[Resenha] A última carta de amor - Jojo Moyes

Livro: A última carta de amor
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 378
Classificação: 4/5

Minha opinião:

Jojo Moyes estudou jornalismo e foi correspondente do jornal The Independent por dez anos. Publicou seu primeiro livro em 2002, e desde então dedica-se integralmente à carreira de escritora.

Após um acidente de carro, Jennifer Stirling perde a memória e não consegue de lembrar de que é casada. Sua mãe e o próprio marido, se recusam a responder as perguntas sobre o acidente.
Resignada a conviver com um homem que lhe parece "estranho", Jennifer volta para sua casa, tentando recuperar a memória ou fragmentos da vida que possuía antes do acidente.
Procurando resgatar algum vestígio da "antiga" Jennifer, decide então arrumar seu armário e acaba encontrando algumas cartas de amor endereçadas a ela, assinada apenas por "B". Ao ler as cartas, percebe que antes do acidente estava vivendo um relacionamento fora do casamento, e parecia disposta a largar tudo pelo amante.

43 anos após, a jornalista Ellie Haworth encontra no arquivo do jornal onde trabalha, uma carta endereçada a Jennifer. Comovida com a carta de amor escrita por "B" , torna-se então obcecada em descobrir quem seriam os protagonistas da história, e imagina se a mesma teve um final feliz.
" Quando você me olhava com aqueles olhos ilimitados, deliquescentes, eu me perguntava o que você podia ver em mim. Agora sei que isso é uma visão tola do amor. Você e eu não podíamos deixar de nos amar, assim como a Terra não pode parar de girar em torno do sol" (pág. 128)

Quando vi que este livro seria lançado fiquei toda animada com a capa, mas não tanto com a sinopse. Explico: não curto ler histórias com adultério. Sou casada e não consigo imaginar como um romance fora do casamento pode ser feliz. Mesmo que tenha felicidade entre os amantes, fico pensando na infelicidade do traído. Mas o livro é muito mais do que isso. Intenso seria a palavra certa para o descrever. Deixei de lado meus conceitos e me entreguei a história muito bem montada por Jojo Moyes.
No começo, temos o foco na vida de Ellie, uma jornalista prestes a completar 32 anos que vive um relacionamento com um homem casado. Ela sempre colocou a carreira antes do plano: marido-filhos e o caso com John parece satisfazê-la. Mas quando encontra aquela que seria a última carta de amor de um homem para a sua amante, Ellie começa a questionar sua vida sentimental. Será que John a ama? Ele largaria sua esposa por ela? Qual seria o futuro para o relacionamento deles?

Após, voltamos quase 50 anos no tempo e conhecemos a história de Jennifer. O capítulo nem sempre começa situando em que ano estamos, porém, é possível compreender perfeitamente qual época está sendo abordada. O livro é dividido em três partes, e na última parte é quando a vida das duas mulheres se cruzam.
Jojo conduz magistralmente esse romance de amor pelos tempos, conectando uma história a outra, de forma que a todo tempo faz o leitor imaginar um final, para logo depois surpreendê-lo com uma reviravolta.
Ao mesclar ficção com realidade - como a crise do Congo, o machismo dos anos 60 e a abominação com a qual o divórcio era visto - Moyes traça um cenário perfeitamente agradável, onde ficamos presos nas garras desse incrível e grandioso romance.

Todos os personagens possuem uma personalidade bem delineada. Particulamente, me afeiçoei a Yvonne, amiga de Jennifer, que era muito leal e direta e não hesitava em dar conselhos sinceros.
Algumas atitudes de Jennifer me irritaram bastante, e por isso não classifiquei o livro com 5 estrelas. A personagem me pareceu um jovem completamente perdida, que precisou casar com o rico empresário para manter um padrão de vida que seus pais consideravam "adequado". Não posso entrar em detalhes para não entregar a história, mas senti que ela foi fria e cruel em várias vezes com os sentimentos do amante e do marido. Seu envolvimento com o amante me pareceu instantâneo, mas em se tratando de uma mulher casada, a rapidez com a qual o amor deles evoluiu se tornou justificável. As cartas que ele escreve são apaixonantes, esfuziantes e repletas de um sentimentalismo que raramente vemos os homens expondo.

Ellie foi a personagem que eu mais me identifiquei durante a leitura, e também a que mais amadureceu ao longo da história. Ela tenta salvar sua carreira e conseguir uma boa matéria para não perder o emprego, e vive tentando decifrar as mensagens que seu amante envia, procurando algum significado por trás das palavras abreviadas. Foi interessante observar o contraste das duas épocas: onde em 1960 existia o romantismo das cartas e o uso de palavras mais rebuscadas para expressar o sentimento do amante; e em 2003 os simples torpedos com mensagens curtas e sem qualquer emoção, enviados a Ellie.
Mesmo sendo narrado em terceira pessoa, o livro consegue transmitir muita emoção. Os encontros e desencontros dos personagens fizeram meu coração bater mais forte.

No início de cada capítulo há um trecho de uma última carta, torpedo ou e-mail verídicos, que destaca o modo repentino e brusco com o qual as pessoas terminam seus relacionamentos hoje em dia. O desfecho foi totalmente inimaginável , e embora não tenha chorado, me arrepiei inteira conforme a história encaminhava-se para o seu final.
A última carta de amor foi um romance intrigante e inquietante, que me deixou acordada madrugada adentro para saber o que aconteceria com os "amantes desafortunados". Totalmente recomendado.

[Lançamentos] Editora Galera Record

A Editora Galera Record divulgou a capa e o book-trailer do livro Anjo Mecânico (Cassandra Clare), que é um prequel da famosa série Instrumentos Mortais. O lançamento será no dia 18/05. Vamos conferir a sinopse e o book-trailler.


Anjo mecânico apresenta o mundo que deu origem à série Os Instrumentos Mortais, sucesso de Cassandra Claire. Nesse primeiro volume, que se passa na Londres vitoriana, a protagonista Tessa Gray conhece o mundo dos Caçadores de Sombras quando precisa se mudar de Nova York para a Inglaterra depois da morte da tia. Quando chega para encontrar o irmão Nathaniel, seu único parente vivo, ela descobrirá que é dona de um poder que capaz de despertar uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das forças do submundo.




Book Trailler:

No blog da Editora, também foram anunciados dois livros que estão em fase de produção, são eles: Wolsfsbane (continuação de Sob a Luz da Lua) e Zumbis X Unicórnios (Organizado pela Justine Larbalestier e pela Holly Black; com histórias sobre Unicórnios de Meg Cabot, Naomi Novik, Diana Peterfreund, Margo Lanagan, Garth Nix e Kathleen Duey. Justine lidera o Time Zumbi acompanhada por Cassandra Clare, Scott Westefeld, Maureen Johnson, Libba Bray, Alaya Dawn Johnson e Carrie Ryan.) Nem preciso dizer que fico do lado dos Zumbis né? rs
 Estou super ansiosa com os três lançamentos, especialmente Wolfsbane, ainda mais após o final de Sob a Luz da Lua (#teamshay).
Abaixo você confere as capas internacionais:




[Lançamentos] Editora Draco

Maio ainda não chegou, mas já está recheado de ótimos lançamentos, daqueles que nos fazem quebrar o porquinho sem culpa :)
Vamos conferir os lançamentos da Editora Draco:


 03:33 ( Waldick Garret)
O autor Waldick Garrett convida o leitor a uma série de contos protagonizados pelo suspense e o terror, ligados por um momento da madrugada, quando o relógio marca 3:33.É quando as estreitas portas do sobrenatural se abrem para dar passagem a sete histórias sombrias, que percorrem o sinuoso e quase imperceptível liame entre a realidade e a loucura.
Na coletânea 3:33 – e outras histórias de suspense, sua prosa desvia o leitor do previsível cotidiano, conduzindo-o a atalhos catastróficos e inimagináveis. São caminhos que nos remetem a estranhas e inesperadas tormentas, futuros apocalípticos, pesadelos que se tornam reais, mansões habitadas por seres invisíveis, segredos aterrorizantes encobertos por nevascas, pequenas cidades supostamente desabitadas.
Mantenha a sanidade enquanto viaja pelo labirinto dos temores humanos.

 A sombra no sol (Eric Novello)
Acostumado a caminhar no limiar entre a realidade e a ficção, Armando é enviado para São Paulo com uma missão inusitada: trazer um garoto de programa de volta à vida e então lhe oferecer emprego. Recebido pelo trânsito e pelo clima cinzento da cidade, nem mesmo os anos como gerente do Neon Azul o prepararam para essa possível conversa.Adiando o momento de encarar o cadáver, Armando remexe em uma mala com os pertences do morto e encontra um diário relatando a trajetória de Ícaro dos guetos à fama nas festas de alta sociedade e, posteriormente, seu encontro com a morte. Conforme vira as páginas do que julgava ser apenas uma agenda de telefones, a curiosidade se transforma na obsessão de saber o que há de tão especial naquele jovem para que ele mereça uma segunda chance. Naqueles relatos escritos à base de gozos e frustrações, ele encontrará a chave para devolvê-lo ao mundo dos vivos.A Sombra no Sol, romance de Eric Novello, reúne textos publicados online entre 2008 e 2012, com intervalos irregulares. São histórias viscerais, sem pausa para respiração, que discutem o que há por trás do desejo humano em seus acertos e desvios. Um soco na boca do estômago que nem o inexplicável é capaz de amenizar.Esses vinte e nove textos, agora revistos, reduzidos ou ampliados, ganham enfim o seu capítulo final, unidos pelas reflexões de um homem que não dorme nunca, e que veio em resgate de um personagem sentenciado em uma noite de profunda tristeza de seu criador.

Fantasias urbanas (Eric Novello)
Enfim a aguardada coletânea organizada pelo mago Eric Novello, “Fantasias Urbanas”.
Com a presença de um time que reúne veteranos e novos autores que já têm feito a diferença, essa coletânea chega para reimaginar os ambientes urbanos nas obras de fantasia brasileiras.
Os reis do Rio (Rafael Lima)
No romance Os Reis do Rio, de Rafael Lima, descubra uma distopia 100% carioca. O ano é 2189. Décadas após um holocausto nuclear, nada de maravilhoso restou na cidade de São Sebastião. A monocromia substituiu a exuberância natural. A insipidez, o charme das ruas. A apatia, a vivacidade dos cariocas. Mas ainda há esperança. Ao menos para William Costa.Quando seu irmão Edu é sequestrado pela Radius, organização soberana da cidade, o mulato deixa seu bairro-caverna para resgatá-lo. Em sua companhia segue Lia, namorada de Edu, e Ulysses, um tiziu implacável. Seu destino: a cidadela de Iraputã, coração da Radius. Lá, respostas que vão além do paradeiro de Edu os aguardam, revelações sobre o passado e o futuro do Rio de Janeiro e até mesmo do terrível mundo que habitam.Samba-dumps, robôs esquizofrênicos, rifles plasmáticos, harpias, caveiras, rádios clandestinas e uma batalha iminente pelas ruínas de um dos cartões-postais mais famosos de todos os tempos. Está preparado?  Então seja bem-vindo ao novo Rio.

[Resenha] Oksa Pollock e o Mundo Invisível - Anne Plichota e Cendrine Wolf

Livro: Oksa Pollock e o Mundo Invisível
Autoras: Anne Plichota e Cendrine Wolf
Editora: Suma de Letras
Número de páginas: 426
Classificação: 4/5


Minha opinião:

Oksa Pollock e o mundo invisível, é o primeiro livro de uma série, escrita pelas autoras francesas: Anne Plichota e Cendrine Wolf. Juntas, elas escreveram e publicaram os livros da série por conta própria. O resultado animador de vendas levou a editora francesa XO a comprar os direitos da série e relançá-la com grande investimento.

O livro nos conta a história de Oksa Pollock, uma jovem de descendência russa, que aos 13 anos precisa acompanhar seus pais na mudança para Londres. A adaptação no novo país, se torna mais fácil com a presença de seu melhor amigo Gustave, filho do sócio do pai de Oksa.
Na escola, o uniforme diferente não será a única coisa com a qual Oksa deverá se acostumar. Ela tem que lidar com um estranho professor implicando o tempo todo com os alunos, e um aluno brutamontes que cisma em pegar no seu pé.

Mudanças ainda mais curiosas estariam por vir: ela descobre que é capaz de criar bolas de fogo com as mãos. E não é só isso: ela pode levitar, correr rápido, causar pequenas explosões e mover objetos à distância. O mais chocante, no entanto, são as revelações sobre a sua família. Quem seriam as estranhas criaturas - parecidas com duendes - no porão de sua avó Dragomira? Qual seria o significado da estranha marca que apareceu em sua barriga? E assim, Oksa logo descobre sobre Edefia, um mundo invisível que sem saber, fará parte do seu futuro.

Com personagens carismáticos, e uma trama a princípio simples, porém, recheada de seres e criaturas mágicos, Oksa Pollock me conquistou nos primeiros capítulos.
As autoras conseguiram criar um mundo envolvente e inovador, que impressiona pela quantidade de detalhes sobre sua origem.
Os personagens que dão vida à trama, nos conquistam pela sua singularidade. Oksa é extremamente engraçada, irônica e exagerada no estilo "dramalhão russo". Sua curiosidade e seu espírito destemido, a colocam sempre em grandes enrascadas. A amizade dela com Gus, é tão profunda e verdadeira, cercada de confiança e carinho, que é impossível não se apaixonar pelos dois. Ela também conhece um sombrio e estranho rapaz - chamado Tugdual - que ao que tudo indica, irá fazer parte de um triângulo amoroso nos futuros livros da série (tomara).
A avó Dragomira, a quem Oksa chama carinhosamente de "baba", é a responsável por explicar mais sobre o mundo invisível e iniciá-la nos treinamentos para obter controle sobre os seus poderes, e se tornar uma "Graciosa", que é aquela que irá levar o povo exilado de volta para Edefia.

A individualidade de cada criatura, ajuda o leitor a familiarizar-se com o mundo mágico de Edefia. Particulamente me apaixonei pelos foldingodos, criaturinhas que adoram ler e possuem uma forma de falar mais rebuscada.
Apesar de ser narrado em terceira pessoa, Plichota e Wolf conseguem explorar cada personagem igualmente, fazendo com que todos tenham um destaque na história.
O livro tem bastante diálogo, o que me agradou bastante. Mesmo as autoras despejando uma quantidade enorme de informação a respeito de Edefia, a forma como elas fazem - como se fosse uma história sendo contada através de diálogos - soa agradável. Os capítulos são curtos, o que me levava a sempre querer dar uma espiadinha no próximo, ficando impossível largar o livro.

Como ponto negativo,destaco algumas partes da história que foram previsíveis demais, não deixando assim, nenhum grande mistério para o leitor. Os nomes de alguns "poderes" de Oksa, me pareceram bastante esdrúxulos e desnecessários. Perto do final, a história sofreu um pouco com a falta de ação, contudo, a forma como o final foi arrematado é satisfatória, e nos deixa um gostinho de quais problemas Oksa enfrentará no próximo livro da série.
Recomendo para todos os fãs do gênero. Oksa sem dúvida foi uma grata e bela surpresa, resgatando minha criança interior, que estava adormecida desde o fim da série HP.

Não deixem de participar do sorteio que está rolando aqui no blog, que irá presentear não um, mas DOIS sortudos com um exemplar dessa deliciosa aventura. Tá esperando o quê para fazer parte da #PollockMania?

Gus - uma gracinha de menino, sempre disposto a proteger a amiga.

 Tugdual - um menino de estranhos hábitos.
A geniosa Oksa Pollock
Dragomira - a "baba" de Oksa.

[Promo] Paixão, drogas e rock'n roll

Olá leitores. Hoje trago mais uma promo \o/ Dessa vez um livro nacional, que se tornou um dos meus favoritos: Paixão, drogas e rock'n roll da autora Daniela Nizioteck.

Para participar, é importante seguir as seguintes regras:

1- Marcar o livro como "vou ler" no skoob.
2- Curtir a fan page do livro.
3- Seguir o My Book Lit pelo GFC.
4- Preencher o formulário abaixo.


[Resenha] As vantagens de ser invisível - Stephen Chbosky

Livro: As vantagens de ser invisível
Autor: Stephen Chbosky
Editora: Rocco
Número de páginas: 223
Classificação: 5/5 (favorito)


Minha opinião:

Stephen Chbosky é graduado em roteiro pela University of Southern California. Seu primeiro filme, The four corners of nowhere, estreou em 1995, no Sundance Film Festival e depois ganhou menção honrosa de melhor filme no Chicago Undergrown Film Festival. As vantagens de ser invisível é seu primeiro romance. O livro já possui uma adaptação cinematográfica, com previsão de estreia para o segundo semestre de 2012. O elenco conta com Logan Lerman, Emma Watson, Nina Dobrev, Mae Whitman, Ezra Miller, Landon Pigg e Dylan McDermott.

Por meio de cartas escritas a um desconhecido, Charlie de 16 anos, narra suas experiências a respeito da escola, primeiro amor, festas, amigos, as vontade de se sentir infinito, os dramas familiares e suas angústias.
" Depois Patrick apontou para mim e disse uma coisa ao Bob:
- Ele é uma figura, né?
Bob concordou.Patrick depois disse alguma coisa que acho que nunca vou esquecer.
- Ele é invisível."
Neste romance epistolar, acompanhamos a vida de Charlie e a intensa montanha-russa que são os seus sentimentos. Mais intímas que um diário, as cartas expõem a fragilidade de um garoto que queria sentir-se "infinito". Mesclando relatos cômicos, angustiantes e verdadeiramente tocantes, Charlie exterioriza seus medos e dúvidas com ingenuidade, pureza e eu diria até de forma infantil.
A narrativa é de uma simplicidade surpreendente, mas ao mesmo tempo se torna complexa por abordar assuntos com uma forte carga dramática. O livro poderá chocar a maioria dos leitores, mas também nos leva à uma intensa comoção.

Durante toda a leitura eu me perguntava qual era o problema de Charlie, e o motivo para ele agir como se fosse uma criança de 10 anos de idade. Ao longo das cartas, os meus sentimentos por ele foram variados: senti raiva, pena, carinho, tristeza, alegria. Mas nada poderia me preparar para o baque que sofri ao ler as duas últimas cartas. Não imaginava que a leitura deste livro iria me surpreender tanto e mexer comigo de um jeito inexplicável.
Reli as últimas cartas 5 vezes antes de escrever essa resenha e ainda assim faltam palavras para descrever os sentimentos pós-leitura. As vantagens de ser invisível foi sem dúvida o livro mais intenso que li esse ano, e virou meu favorito.

Atordoante, cruel, realístico, este é um livro que eu indicaria para todos os leitores que desejam ter uma experiência única. Como detalhar muito a história faria o livro perder a graça, deixo alguns quotes que marcaram muito durante a leitura:

 “Sam batucava com as mãos no volante. Patrick colocou o braço para fora do carro e fazia ondas no ar. E eu fiquei sentado entre os dois. Depois que a música terminou, eu disse uma coisa.
“Eu me sinto infinito.”
  "Não há nada como a respiração profunda depois de dar uma gargalhada. Nada no mundo se compara à barriga dolorida pelas razões certas. E essa era ótima."
 "Então, esta é minha vida. E quero que você saiba que sou feliz e triste ao mesmo tempo, e ainda estou tentando entender como posso ser assim."

[Promo] Dobradinha Intrínseca

E aí, pessoal?
Quem aí quer ganhar livro? Mah oêeee! E livro BOM, hein? Não faço promoção de livro meia boca, sabem disso. Nem eu, nem a querida Gleice, do Murmúrios Pessoais. Por isso que dessa vez unimos forças, juntamente com a Intrínseca, para presentar um sortudo com os livros: Sexo na Lua, de Ben Mezrich e A Visita Cruel do Tempo, de Jennifer Egan.
Para isso, basta preencher os dados do formulário Rafflecopter logo abaixo. Não se esqueça de ler o "Terms & Conditions"! A promo é válida de hoje até o dia 14 de Maio.

OBS: Banner pra chances extras: basta clicar na imagem para salvar e pôr no seu blog.
Boa sorte a todos!

[Novas Parcerias] Editora Agir e Dracaena

Olá leitores! É com muita felicidade, que anuncio 2 novas parcerias!! Dessa vez com a Editora Agir e Editora Dracaena.


 A Editora Dracaena tem por objetivo principal dar apoio a novos autores brasileiros, àqueles que estão saindo do forno e aos que já estão no mercado há um tempinho. Então para que melhor vocês possam conhecê-la realizamos uma pequena entrevista. A editora faz parte do Grupo Oxigênio e é comandada pelo editor Léo Kades!

Alguns lançamentos da Editora:

 Faces de um anjo (Hermes M. Lourenço)
 Leticia Lorn, uma renomada física é chamada por um genial professor do Instituto de Tecnologia para encontrar respostas em uma pesquisa secreta: A possibilidade de viajar no tempo, através de uma esfera de origem obscura, encontrada em Luxor - Vale dos Reis.
Enquanto envolve-se com a pesquisa, misteriosamente surge Samael, um psicopata que inicia uma verdadeira caça as bruxas, cometendo assassinatos brutais com traços da Santa Inquisição de forma a incriminar a brilhante pesquisadora e roubar a esfera, podendo assim interferir no espaço-tempo e até mesmo na história da humanidade.
De forma equilibrada o autor nos leva a um mundo mesclado de magia e suspense, desafiando o leitor ao exercício das deduções, fazendo-o mergulhar em uma nova realidade.Uma leitura capaz de envolvê-lo do início ao fim, que o conduzirá a um final surpreendente e instigante.
A chave é acreditar.
 Segredos de um vampiro (Raphaela Mello)
Solitário, frustrado e fugindo de um caçador de vampiros que o perseguia no Velho Continente, o enigmático Marq Melo Monteiro, depois de 245 anos, retorna ao antigo lar, Cidade dos Anjos, de onde escapou após o assassinato dos pais.
O que Marq não esperava é que, logo ao chegar, conhece Carol Miranda, aficionada em ciências ocultas e bruxaria, mas que esconde dele a sua identidade.
Marq, cuja intenção é reintegra-se à sociedade, também não revela à Carol a sua verdadeira história.
Quando em Cidade dos Anjos pessoas aparecerem misteriosamente mortas, Marq descobre que há outros vampiros em ação.

Até quando, no seu relacionamento com Carol, conseguirá esconder a real identidade e instintos, uma vez que Carol, se souber que ele é um vampiro, irá associá-lo às mortes ocorridas?
E Marq? Conseguirá não provar do sangue da amada, que tanto deseja, e manter seu segredo a salvo?

Adquirida pela Ediouro em 2002, a Agir sofreu grande reforma editorial e gráfica em 2004. Manteve seus principais títulos, como O pequeno príncipe e Auto da compadecida e incorporou a seu catálogo autores como Pagu, Antonio Callado, Edison Carneiro, Bárbara Heliodora, Flávio Moreira da Costa e Lúcio Rangel. A Agir também abre espaço para jovens autores, apostando em uma continuidade fértil da literatura brasileira."

Alguns livros lançados pela Editora:

Laços do espírito (Richelle Mead)
Depois de uma longa e dolorosa viagem à Sibéria, terra natal de seu amado Dimitri, Rose Hathaway finalmente voltou à escola e reencontrou sua melhor amiga, Lissa. A formatura se aproxima, e elas mal podem esperar pela vida que vão ter além dos portões da São Vladimir. No entanto, o coração de Rose dói cada vez que se lembra do que passou na Rússia o fracasso em salvar Dimitri e do que ainda precisará enfrentar. Sua jornada inclui libertar o perigoso Victor Dashkov da prisão de segurança máxima e encontrar Robert Doru, o único que possui informações para resgatar Belikov das terríveis profundezas de sua condição de Strigoi. A vampira acredita existir apenas uma chance em um milhão, até porque Dimitri continua sua perseguição para matá-la. Sentenças de morte e declarações de amor se confundem, e ela precisa correr contra o mais implacável dos inimigos: o tempo. E, dessa vez, Rose prometeu a Lissa que a levaria junto. Será que a princesa Moroi terá forças quando souber o que a espera? Em “Laços do espírito”, Richelle Mead continua a saga que renovou a literatura de vampiros e apresenta uma história repleta de dilemas, intrigas políticas e emoções extremas que vai conquistar mais uma vez os leitores.

 Filha da tempestade (Richelle Mead)
 Eugenie Markham foi contratada para resolver um novo caso: o rapto de uma adolescente. O problema é que a menina não está presa no mundo dos humanos: ela foi levada para o Outro Mundo, habitado por nobres, criaturas mitológicas e almas perdidas, um lugar desconhecido e traiçoeiro. Mas Eugenie é uma poderosa xamã e já está mais do que acostumada a combater espíritos.
Antes de fazer essa perigosa transição, ela acaba conhecendo Kiyo, por quem fica atraída de forma incomum. Após uma noite tumultuada e excitante, seus sentimentos estão confusos. Sem conseguir tirá-lo da cabeça, mesmo depois de dias, Eugenie parte para o Outro Mundo.
O que era para ser uma missão breve e tranquila se torna uma grande reviravolta em sua vida. Contra a vontade, ela percebe que está cada vez mais conectada ao mundo que sempre odiou e também aos nobres — em especial a Dorian, um rei sedutor e ambicioso. Mas seu corpo ainda deseja Kiyo, e ela se vê mergulhada num ardente triângulo amoroso.

[Divulgação] O Diário Serial - Inicia-se a caçada ao serial killer.

Olá leitores. Hoje trago a sinopse e o book-trailler do lançamento da Editora Dracaena: O Diário Serial, do autor Igor Castro. Vamos conferir:

O Diário Serial (Igor Castro)
Verão no litoral catarinense. Uma época de sol, calor e muitas festas.
Mas esta rotina paradisíaca mudará quando uma série de assassinatos assombrar a cidade, em uma série de eventos nunca antes presenciados.
Um serial killer está solto, escrevendo em seu diário seus mais profundos e aterrorizantes sentimentos, descrevendo como se sente quando mata e como pretende continuar com seu plano. E a única esperança da cidade é uma dupla de jovens policiais, que caçarão o assassino nos mais diversos cantos da Ilha da Magia.
Um thriller bombástico do início ao fim, que colocará o primeiro serial killer em terras florianopolitanas.


Você pode adquirir seu exemplar na pré-venda, através do Site da Editora ou na Livraria Travessa.

Book-trailler:

O que acharam? Promete ser um thriller de tirar o fôlego. Estou ansiosa para conferir.

[Qual a música?] Livro Estilhaça-me

Olá leitores. Hoje eu trago mais um Qual a música? (é, por enquanto não encontrei nome melhor pra coluna). E hoje a música tema, é de um casal especial: Adam e Juliette *__*
Várias músicas embalaram a leitura do livro Estilhaça-me (a maioria da Alicia Keys, uma das minhas cantoras favoritas), mas essa tem tudo a ver com o relacionamento dos dois. Like you'll never see me again é uma das minhas músicas favoritas, e eu adoro cantar estragar para meu marido. Como a letra toda é linda, colei a tradução inteira logo abaixo. Espero que gostem.



Like You'll Never See Me Again - Alicia Keys

 

Se eu não tivesse mais tempo
Não tivesse mais tempo disponível para estar aqui
Você lembraria o que nós tivemos ?
Era tudo pelo que você estava procurando?
Se eu não pudesse sentir seu toque
E você não estivesse comigo muito tempo
Eu desejaria que você estivesse aqui
Para ser tudo pelo que eu estava procurando
Eu não quero esquecer que o agora é um presente
E não quero dar pouca importância ao tempo que você esteve aqui comigo
Porque o Senhor apenas sabe que outro dia não é realmente garantido

Então toda vez que você me abraçar
Me abrace como se fosse a última vez
Toda vez que você me beijar
Me beije como se você nunca fosse me beijar de novo
Toda vez que você toca em mim
Toque como se fosse a última vez
Prometa que vai me amar
Amar como se você nunca fosse me ver de novo

Quantos realmente sabem o que o amor é?
Milhares nunca saberão
Você sabe até perder a sensibilidade
Que isso é tudo que estamos procurando
Quando eu acordo de manhã
Você está ao meu lado
Eu sou muito grata por ter achado
Tudo que estava procurando
Eu não quero esquecer que o agora é um presente
Eu não quero dar pouca importância ao tempo que você esteve aqui comigo
Porque o Senhor apenas sabe que outro dia não é realmente garantido
 "Avanço na ponta dos pés e ele me puxa para seus braços. Inala o perfume de meus cabelos e beija minha cabeça. Nunca senti algo tão incrível na minha vida. Nem mais sou humana. Sou muito mais. O Sol e a Lua fundiram-se e a Terra virou de cabeça para baixo. Sinto que posso ser exatamente quem eu quero ser em seus braços." (pág.134)

[Resenha] Mathida Savitch - Victor Lodato

Livro: Mathilda Savitch
Autor: Victor Lodato
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 306
Classificação: 5/5



Minha opinião:

Victor Lodato é dramaturgo e poeta . Suas peças ganharam diversos prêmios, entre eles o Kennedy Center Fund for New American Plays. Mathilda Savitch, seu primeiro romance, foi publicado em onze países.

Após a morte de sua irmã mais velha - que foi brutalmente assassinada, jogada na frente de um trem por um desconhecido, Mathilda Savitch precisa lidar com o luto e o distanciamento de seus pais. Abalados pela tristeza indizível que se abateu sobre eles após a morte da filha mais velha, eles parecem querer enterrar o passado, e trazer a morte de Helene à tona se torna estritamente proibido.
 
Paralelo a inércia de seus pais e aos constantes ataques terroristas que acontecem pelo mundo, Mathilda tenta desvendar o mistério em torno da morte de sua irmã ao mesmo tempo que passa pela complicada fase da adolescência.
"Vejo que papai está sofrendo e que a dor dele é diferente da minha. Dá pra sentir um oceano entre nós, com a água escura e muito gelada. Será que alguém disse que o luto é uma ilha? Se não o disseram, digo eu. É minha invenção. Um dia você poderá consultá-la no livro de citações citáveis.
O luto é uma ilha. - Mathilda Savitch." (pág.132)
 
Mathilda Savitch traz a história triste e pungente de uma adolescente carente que ao cometer maldades, tenta desesperadamente chamar a atenção de seus pais. Um ano após a morte violenta da irmã, Mathilda diz que quer ser "terrível". Seja jogando pratos no chão ou beliscando seu cachorro, as tentativas de atrair atenção para si, parecem não surtir efeito.
Um mistério constante ronda a mente da adolescente: Quem teria empurrado sua irmã, e por que ele fez isso? Obcecada em encontrar o assassino que ainda está à solta, ela decide vasculhar os e-mails da irmã, procurando encontrar alguma pista.

O livro é narrado em primeira pessoa, por Mathilda, cuja idade não é citada, mas a julgar pela experiência recente da primeira menstruação, supõe-se que seja algo entre os 12 e 14 anos. Ela atravessa uma fase de adaptação, abandonando a infância e tendo que lidar com seus desejos e sua sexualidade. Aqui temos um verdadeiro conflito interno, onde a protagonista diz amar sua amiga Anna, mas fantasia namorar seu vizinho Kevin.
Através de capítulos curtos e perfeitamente estruturados, o leitor irá mergulhar na mente conturbada e contraditória da precoce pré-adolescente. Inteligente, pragmática e emotiva, Mathilda me conquistou por sua fragilidade aliada a uma personalidade forte. Vivenciando conflitos “adultos”, ela busca constantemente por uma fuga da realidade, como da vez em que se esconde no porão, para não ter que lidar com a negligência de seus pais.

O que engrandece o romance é a forma natural com a qual o autor aborda a ambivalência dos sentimentos da protagonista: em um momento ela tenta desesperadamente receber a atenção da mãe, no outro ela confessa que desejaria vê-la morta. Particularmente, a sinceridade da personagem foi o ponto que mais me atraiu na história. O autor nos leva a refletir quantas vezes refreamos nossos pensamentos mais obscuros, com medo de externar nossos sentimentos, e causar choque nas pessoas. 

Alguns personagens secundários apenas complementam a narrativa, mas não possuem destaque na mesma - embora suas histórias estejam entrelaçadas com as de Mathilda. Senti que o autor poderia ter se aprofundado mais na questão da mãe, que se tornou alcoólatra no período do luto.

O mistério acerca do assassino vai ganhando destaque conforme a trama avança para seu final, e nos deixa apreensivos para conhecer o desfecho, ao mesmo tempo em que torcemos para que Mathilda consiga encontrar o caminho para o coração de seus pais.  Com uma narrativa autêntica, vibrante e no final emocionante, Lodato transmite as inseguranças e emoções de forma suave, porém em alguns momentos utiliza de um humor morbidamente perverso, o que torna a obra única.

[Nova parceria] Editora LeYa e Lua de Papel

Estou muito feliz em anunciar mais uma parceria, dessa vez com a Editora LeYa e o selo Lua de Papel \o/
Vamos conhecer um pouco mais sobre a Editora e seus lançamentos:



A LeYa nasceu em Janeiro de 2008 como empresa holding na qual se integram algumas das mais prestigiadas editoras portuguesas e duas das mais bem sucedidas editoras africanas.
Líder do mercado editorial português, angolano e moçambicano, a LeYa está, desde Setembro de 2009, a editar também no Brasil. Neste e nos outros mercados onde trabalha, a LeYa apresenta-se com objectivos concretos de vir a ser protagonista, nomeadamente pelo papel que desempenha no mundo de língua portuguesa.
A força das marcas que integram a LeYa e a qualidade do que produzem, aliadas aos objectivos ambiciosos e à dinâmica de grupo, fazem da LeYa uma empresa forte e coesa nos seus objectivos gerais e diversa nos seus programas editoriais.
Através da integração de editoras e de profissionais profundamente enraizados nos respectivos mercados, a LeYa adquiriu o privilégio de poder contar com um capital humano extraordinário e com um sólido e diversificado know-how no meio editorial. A LeYa tem hoje mais de 500 colaboradores, entre os quais se encontram alguns dos melhores e mais conceituados editores do universo de língua portuguesa, mas também profissionais muito experimentados em outras áreas fundamentais como a produção, a distribuição e a promoção do nosso principal produto, os livros.
 Lançamentos:


Amigas da ioga é um romance sobre desafios e conquistas  de cinco mulheres absolutamente diferentes, mas que aceitam reaprender com suas novas experiências e constroem, pouco a pouco, um novo horizonte para suas vidas.  Aqui estão cinco amigas incríveis que você jamais esquecerá. É na ioga que as preocupações diárias são deixadas de lado, os colchonetes são abertos e o esforço físico promove bem-estar, renovação e cumplicidade.
Enquanto, em Los Angeles, os professores de ioga se tornaram verdadeiras celebridades, algumas alunas ainda preferem o discreto estúdio Endedale Yoga, no afastado bairro de Silver Lake. É lá que Lee usa suas habilidades extraordinárias e sua empatia incomum para ajudar seus alunos a tomarem consciência de seus corpos, o que produz efeitos em suas vidas.
Katherine, a massagista do estúdio, está se esforçando para  não sabotar o que pode vir a ser um relacionamento perfeito. Graciela, uma excelente dançarina, precisa vencer uma séria lesão para conquistar o trabalho que será sua grande chance. Imani, uma atriz bem casada e bem-sucedida, luta para superar a grande perda de sua vida.
Stephanie, talentosa autora e produtora, tenta evitar que uma crise possa pôr o esforço dos últimos anos a perder.
Mas será que as alunas de Lee aprenderam o suficiente com a professora, que tem de enfrentar problemas fi nanceiros e sua própria crise conjugal?


Um belo e misterioso jovem que costuma uivar pelas noites sem fim, se apresenta como MeninoLobo. Uma garota corajosa e adorável louca por aventuras, insiste que a chamem de MeninaSelvagem. Com apenas um olhar, os dois se descobrem e se unem. Mas esta não é uma noite qualquer e, no subúrbio de Timidez, MeninaSelvagem escolheu MeninoLobo como seu guia nessa noite que pode não ter fim.
Lutando contra a escuridão, a dor e a solidão da alma, ambos saem por este perigoso lugar, onde deparam com crianças viciadas em açúcar, piratas, ciganos e um médico bastante perigoso… Mas serão eles capazes de encontrar um ao outro na escuridão?
Um mundo chamado Timidez lhe dá boas-vindas, em uma fantasia urbana que explora a noite, seja ela externa ou interna. E onde é mais fácil achar que a vida é só um sonho, que monstros não existem, que não há nada do outro lado da rua. Mas nesta penumbra completa é possível encontrar um sentido de liberdade, compreensão e aceitação e, quem sabe, um verdadeiro amor?
Será que todos se encontrarão nesta noite?

 Considerado um clássico moderno desde sua publicação em 1996, o livro Clube da luta consagrou Chuck Palahniuk como um dos mais importantes e criativos autores contemporâneos, além do próprio livro como um  cânone da cultura pop. O livro que estava esgotado há anos volta às livrarias nessa caprichada edição. O clube da luta é idealizado por Tyler, que acha que encontrou uma maneira de viver fora dos limites da sociedade e das regras sem sentido. Mas o que está por vir de sua mente pode piorar muito daqui para a frente.
O livro foi filmado em 1999, pelo vencedor do Oscar de melhor diretor, David Fincher (Os Homens Que Não Amavam as Mulheres, A Rede Social), que conseguiu adaptar toda atmosfera do livro, o mundo caótico da personagem e o humor negro de Palahniuk em uma trama recebida com inúmeros elogios pela crítica e pelo público que conta com os atores Brad Pitt, Edward Norton e Helena Bonham Carter.

Espero que tenham gostado da novidade!!!
Beijos

[Lançamentos] Grupo Editorial Pensamento

Vamos conferir os lançamentos de abril do Grupo Editorial Pensamento.



Como entrei na Lista Negra da Hermès (Michael Tonello)

Ter uma Birkin é o desejo da maioria das mulheres que se interessam por moda.  O problema é que esse é um daqueles sonhos bem distantes e quase impossíveis de se realizar, seja porque o disputado modelo da Hermés tenha uma fila de espera que pode levar dois anos ou, simplesmente, pelo preço “nas alturas”. Motivado por esse desejo feminino incontrolável, ex cabeleireiro e maquiador Michael Tonello investiu na venda e revenda das peças e conseguiu driblar as enormes filas para conquistar a tão cobiçada bolsa Birkin. Toda essa trajetória é narrada por ele em seu livro, Como Entrei na Lista Negra da Hermès, agora no Brasil, pela Editora Seoman.
O autor revela em sua obra que as bolsas não são tão exclusivas como parece e que os modelos ficam escondidos nas lojas à espera de clientes que tenham a “cara” da marca: elegância e uma alta conta bancária. Sempre com boa aparência e simpatia, Tonello percorria lojas em todos os continentes à procura da queridinha das celebridades. A peça de luxo, que ultrapassa os US$ 50 mil, rendeu muito lucro para Michael em apenas um ano. “Em 2005, eu faturei cerca de US$ 1,6 milhão. Entre setembro e dezembro, foram compradas e vendidas 130 bolsas”, afirma o autor.

 O Dojo e seus significados (Dave Loryw)

Este livro é uma coleção de ensaios detalhados e vívidos escritos por Dave Lowry, um dos espadachins mais conhecidos e respeitados dos Estados Unidos. Cada capítulo esclarece a história e o significado de rituais, costumes de treinamento, objetos e relacionamentos, que têm profunda importância nas artes marciais japonesas. Repleto de histórias fascinantes tiradas das experiências do autor, O Dojo e seus Significados é um tesouro de informações que os alunos principiantes irão adorar, e os mais avançados considerarão um achado valioso para descobrirem os significados mais profundos das artes marciais japonesas.





 Desperta ao amanhecer - Os Sobrenaturais (C.C. Hunter)

A chegada ao acampamento Shadow Falls e as dificuldades de se aceitar e se adaptar da adolescente Kylie Galen pautam o segundo livro da saga Shadow Falls, lançado no Brasil pelo selo Jangada, do Grupo Editorial Pensamento. Em Desperta ao Amanhecer, a adolescente vive o desafio de aceitar o novo ambiente como sua morada – um acampamento destinado a jovens considerados “especiais”. Já ciente de que sua sobrenaturalidade e de que suas habilidades vão além dos outros jovens, Kylie passa a se questionar em busca do verdadeiro significado de seus talentos e até que ponto deve explorá-los. Curiosamente, nem mesmo Holiday, a diretora do acampamento e também uma grande amiga, sabe ao certo uma resposta definitiva quanto a isso. De “meio-fada”, Kilye passa a ser considerada vampira e, em seguida, lobisomem.

O desafio de viver em um acampamento rodeado por lobisomens, mutantes, bruxas e fadas, em Desperta ao Amanhecer, soma-se à chegada de um outro fantasma à vida de Kylie. Com ele, a mensagem assombrosa de que antes do final do verão, alguém que ela realmente ama morrerá. Mais do que nunca, a garota reconhece a importância de, neste momento, aflorar e conhecer a fundo seus poderes.

Ansiosos para algum desses?

[Sorteio] Presentes da vida e Querer sem medida



Olá leitores!!! Essa semana o blog está recheado de promos novas, e quem aí está animado para mais uma? \o/
Em parceria com o blog Pausa para um café, iremos sortear 2 livros para um sortudo.
Os livros são: Presentes da vida (o Kit da Novo Conceito) e Querer sem medida (Belas Letras). Foto dos kits:

O kit que acompanha o livro vai com: bolsinha e marcador.

"Sijoga" na promo:

Regras Básicas:

1-"Curtir" o Facebook do Pausa para um café e do My book lit (o link está no formulário abaixo)
2- Possuir endereço de entrega no Brasil

E pronto, já está participando!! Mas fiquem atentos para as chances extras.

[Sorteio] Livro Oksa Pollock

Olá leitores, hoje trago mais um sorteio. Irei sortear o livro Oksa Pollock e o Mundo Invisível, em parceria com a Editora Suma de Letras.
Para participar é fácil:

Regras Básicas:
1- Seguir o blog pelo GFC
2- Possuir endereço de entrega no Brasil
3- Preencher o formulário abaixo

Pronto, já está participando!!
Boa sorte.

[Sorteio] Kit do livro Estilhaça-me

Primeiramente quero agradecer a todos os seguidores, pois essa semana ultrapassamos a marca dos 900 seguidores \o/
E pra comemorar, vou sortear o super kit do livro Estilhaça-me, que eu resenhei aqui e amei de paixão, tanto que se tornou um dos meus favoritos!!!


O kit do livro é composto por uma bolsa transpartente (perfeita para levar pra praia) , o livro e um marcador:

Vamos as regras básicas:

1- Seguir o blog pelo GFC
2- Possuir endereço de entrega no Brasil
3-Preencher o formulário logo abaixo

OBS: Para chance extra de comentar na resenha, não serão aceitos comentários com apenas um: "participando" ou "gostei da resenha".

Boa Sorte :)

[Resenha] Estilhaça-me - Tahereh Mafi

Livro: Estilhaça-me
Autora: Tahereh Mafi
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 302
Classificação: 5/5 (favorito)


Minha Opinião:

Estilhaça-me é o primeiro livro de uma trilogia e primeiro romance da autora Tahereh Mafi.

Juliette foi presa há 264 dias, acusada de assassinato. Ela possui uma maldição dom : seu toque é letal. Por esse motivo, ela foi abandonada por seus próprios pais, e jogada à própria sorte em uma estranha prisão.
Sem contato com o mundo externo, a protagonista passa o tempo inteiro tentando se convencer que não é louca.

O país não é mais o mesmo de quando ela foi afastada do contato humano: animais morreram, o clima mudou e o mundo está prestes a entrar em colapso. O Restabelecimento prometeu que consertaria tudo. Eles possuem planos para Juliette: pretendem usá-la como uma arma.
Ela não se comunica com ninguém, mas isso está prestes a mudar com a chegada de Adam - seu companheiro de cela.
"- Você não faz ideia do quanto pensei em você. De quantas vezes sonhei - ele respira com firmeza -, de quantas vezes sonhei em estar tão perto de você. - Ele se move para passar uma mão pelos cabelos, antes de mudar de ideia. Baixa os olhos. Ergue os olhos. - Céus, Juliette, eu a seguiria para qualquer lugar. Você é a única coisa boa que sobrou neste mundo." (pág.141)
Se tem uma palavra que define o livro, essa palavra é: tenso. O maior diferencial está na narrativa, feita de maneira eloquente, em um ritmo frenético, que faz com que o leitor se sinta preso na mente de Juliette. Desse modo, temos acesso a seus pensamentos mais obscuros e medos.
Mafi abusa de metáforas, palavras riscadas, muita repetição e frases sem pontuação, que poderiam tornar o texto desconexo, porém, ela sabe como usar todos esses elementos a seu favor.
Misturando romance, ação, sobrenatural e um enredo à lá X-men, a autora criou um mundo distópico muito bem estruturado.

Em Estilhaça-me temos um retrato que poderia muito bem fazer parte da nossa realidade em poucos anos: a destruição do planeta, feita pelos próprios humanos. O solo foi poluído, causando assim a morte dos animais que se alimentavam dele; os recursos naturais se esgotaram e o mundo caminha para um estado de degradação irreversível. O Restabelecimento é quem controla a população e promete trazer a normalidade para o caos. Warner, é o jovem a frente do Restabelecimento e possui um interesse excessivo em Juliette. Ele tenta de tudo para convencê-la a lutar ao seu lado, mas isso não será uma tarefa fácil.
A minha paixão pelos vilões, afetou completamente meu julgamento, pois eu não conseguia visualizar Warner como um personagem mau, e sim incompreendido. Sua personalidade e seu passado não são totalmente revelados, o que o transforma em um personagem extremamente enigmático, sexy e intrigante.

O que mais me agradou no livro, foi a personalidade forte de Juliette. É difícil encontrar uma mocinha que não possui todo aquele discurso de auto comiseração. Apesar de tudo o que sofreu e passou, ela se mostra disposta a enfrentar o que for para lutar em favor do mesmo povo que a condenou.
Agora vou falar da melhor parte do livro: Adam. O relacionamento de Juliette e Adam é cercado de uma tensão palpável. Eu diria que este é o livro distópico mais sexy que eu já li. E o interessante é que a autora consegue fazer isto sem tornar a obra vulgar. Mas você pode estar se perguntando: como pode existir tensão em um relacionamento onde a mocinha não pode tocar ninguém? Só lendo o livro para saber rs

Só fui entender a comparação do livro, com a HQ de X-Men no fim do livro, e quer saber? adorei o rumo que a trama levou nas páginas finais. Não vejo a hora de ler a continuação, que tem previsão de lançamento para 2013.

[Nova Parceria] Galera Record

Quem disse que sexta-feira 13 é o dia do azar? Para mim foi um dia de muita sorte e conquista, pois nesta sexta o blog fechou uma super parceria, com uma das editoras que eu amo de paixão: a Galera Record \o/
Vamos conhecer um pouquinho mais sobre a editora:

No mercado desde 2007, a Galera Record surgiu para reunir em um único catálogo o que há de melhor em literatura para jovens no Brasil e no mundo. O selo foi criado para atender ao público de 12 a 20 e muitos anos, leitores ávidos por novidades que falem a sua língua e retratem temas com os quais se identifiquem – literatura jovem e de qualidade. Mas o catálogo cresceu tanto e tantas são as novidades que gostaríamos de mostrar pra vocês, que o nosso barquinho precisou definir melhor suas rotas de navegação...

Na Galera Record, você encontra títulos juvenis e infanto-juvenis — aventura, fantasia e aquela história que você nunca vai esquecer sobre o primeiro beijo. A Galera, novo selo do Grupo Editorial Record, já nasce crescidinha e é o ponto de encontro dos livros adultos e Young Adult dos seus autores favoritos. Literatura pop sem fronteiras ou conceitos preestabelecidos, o catálogo da Galera reúne romances contemporâneos, quadrinhos, humor e um pouco de tudo do que você mais gosta.


Lançamentos:

No futuro, um misterioso acontecimento (que ficará conhecido como Passagem) dará para os nascidos depois desta data a capacidade de ver e se comunicar com os mortos. Sendo uma dessas pessoas, Aura passa toda a sua vida tendo que lidar com essa condição. Quando o aniversário de 18 anos de seu namorado, Logan, se aproxima, Aura sabe que será o melhor de todos. A banda dele tem um megashow marcado e há uma festa planejada. Está tudo dentro dos planos, exceto Logan morrer de overdose... E voltar, se fazendo presente na vida de Aura exatamente como antes, só que roxo.

 


No quarto livro da série, A Era da Perfeição ficou no passado. A libertação promovida graças aos esforços de Tally Youngblood deu fim a uma cultura onde a beleza e as modificações cerebrais, que transformavam todos em avoados, eram a base do sistema. Nesse novo mundo onde Aya Fuse — não apenas uma Feia de 15 anos, mas uma Extra — tenta sobreviver, existe uma coisa muito mais importante e poderosa do que a beleza: a fama. Ocupando o 451.611º lugar em uma tabela que mede a popularidade das pessoas, Aya é só uma Extra nesse complexo sistema social. Mas a descoberta de um grupo de misteriosas meninas que se arriscam a surfar em trens magnéticos pode ser a oportunidade perfeita para alcançar o seu lugar no topo. Uma matéria tão boa que irá despertar o interesse de todo mundo, incluindo alguém há muito desaparecido.
 Roma, outrora poderosa, jaz em ruínas. A cidade está impregnada de sofrimento e degradação, os seus cidadãos vivem sob a sombra da impiedosa família dos Bórgia. Apenas um homem poderá libertar o povo da tirania Bórgia: Ezio Auditore, o Mestre Assassino. A demanda de Ezio irá testá-lo até aos seus limites. César Bórgia, um homem mais malévolo e perigoso que o seu pai, o Papa, não descansará enquanto não tiver conquistado Itália. Nestes tempos tão traiçoeiros, a conspiração está por todo o lado, até no meio da própria Irmandade...
Gostaram da novidade?
bjos

[Resenha] Paixão,drogas e Rock'n roll - Daniela Niziotek

Livro: Paixão, drogas e rock'n roll
Autora: Daniela Niziotek
Editora: Maquinária
Número de páginas: 192
Classificação: 5/5 (favorito)





Minha opinião:

Paixão, drogas e rock'n roll, é o romance de estreia de Daniela Niziotek - que formou-se em Psicologia pela Universidade Mackenzie e foi coordenadora do projeto "Jovens falando de AIDS para Jovens".

Brian Blues é líder de uma das maiores bandas de hard rock do início dos anos 90 - a Fears. Vicky é uma jovem de 18 anos, que cursa filosofia na USP e divide o apartamento com sua melhor amiga Carol.
 O improvável encontro entre o americano famoso e a brasileira, acontece atráves de Ricardo, acessor de Brian e irmão de Carol. A partir daí, os dois vivem um relacionamento intenso e conturbado.
Brian carrega em sua bagagem um divórcio turbulento, um passado não muito distante com as drogas e toda as implicações da fama em ser um rockstar. Mas mostra-se disposto a mudar seu estilo de vida, assim que conhece Vicky. Porém, uma reviravolta abala os planos do casal para o futuro.

" - Esse é o efeito que você tem sobre mim. Você desperta o que há de melhor em mim, me faz desejar ser uma pessoa melhor." (pág.54)

Drogas, paixão e Rock'n roll é um livro que traz uma forte carga dramática, intercalada com momentos doces do romance vivido pelos protagonistas, o que confere um tom suave a trama.
Explorando os altos e baixos na relação dos protagonistas, Daniela construiu uma trama cheia de reviravoltas e ação, onde cada virar de página é acompanhada de expectativa sobre qual será o desfecho da história.
Entre o backstage dos shows e os encontros e desencontros dos personagens, Niziotek explora o lado "humano" de Brian, através de suas memórias sobre a infância, tornando sua condição atual de tristeza, uma realidade aceitável.
Mesmo com todas as mudanças de humor e a constante instabilidade de Brian, o amor e carinho que ele nutre pela jovem, soa de forma eloquente.
A persistência de Vicky, em ajudar Brian e permanecer ao seu lado em meio a tantos obstáculos, é comovente e me levou às lágrimas em muitos momentos.

A parte gráfica possui poucos erros de revisão, mas que não atrapalham a leitura do livro.
O livro traz um final surpreendente e tocante - que poderá não agradar a maioria dos leitores - que certamente levará cada um a questionar sobre o efeito que o tempo e as palavras assumem em nossas vidas.
Recomendo para quem aprecia um bom drama romântico.

1° Turnê Intrínseca

Pioneira na criação de eventos de lançamento organizados por fãs, a Intrínseca inova mais uma vez e reinventa o formato que se popularizou no país. Em parceria com a Livraria Saraiva, lança a 1ª Turnê Intrínseca, série de eventos que passará por nove capitais brasileiras — Recife, Fortaleza, Brasília, Salvador, Manaus, Belém, Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro — e levará aos leitores, em primeira mão, informação sobre próximas publicações, séries e autores.
De acordo com Heloiza Daou, gerente de marketing da Intrínseca, a turnê visa a aproximar ainda mais a editora do leitor. “Vamos levar informação oficial da Intrínseca, com novidades e brindes exclusivos, a locais importantes que não costumam receber este tipo de ação.”
De 28 de abril a 2 de junho, a equipe de marketing da editora encontrará leitores, fãs e blogueiros para discutir as obras de autores como Erin Morgenstern, Becca Fitzpatrick, Lauren Oliver, Cressida Cowell, Rick Riordan, David Nicholls e John Green.

Marque na agenda o evento em sua cidade:
28/4 – Recife
29/4 – Fortaleza
11/5 – Brasília
12/5 – Salvador
19/5 – Manaus
20/5 – Belém
26/5 – Porto Alegre
27/5 – São Paulo
2/6 – Rio de Janeiro

Com certeza não irei perder e você?

[Resenha] Tudo por mudar - Jonathan Tropper

Livro: Tudo pode mudar
Autor: Jonathan Tropper
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 281

Classificação: 5/5


Minha opinião:

Jonathan Tropper é autor de 5 romances, entre eles Como falar com um viúvo e Plano B. Tudo pode mudar teve seus direitos negociados com a Sony Pictures.  

Aos 32 anos, Zachary King parece ter a sorte a seu favor. Possui um emprego estável (embora seja um tanto enfadonho), mora em um luxuoso apartamento que divide com um amigo milionário (fissurado em televisão) e está noivo de uma jovem inteligente e muito sensual.

Mas seu mundo começa a virar de cabeça para baixo quando ele encontra sangue em sua urina. Obcecado com a possibilidade de estar com câncer, ele procura um médico para investigar a causa do sangramento. Como se não bastasse toda a preocupação com sua saúde, seu pai - um homem inconsequente e viciado em viagra - reaparece após 20 anos de ausência, querendo reparar os erros do passado.

" - Está tudo bem?
- Hum - é a resposta.
Jamais, em nenhuma circunstância, você quer ouvir seu médico dizer "Hum". "Hum" é o jargão médico para "Puta que pariu". (pág. 37)

Tudo por mudar é um livro que aborda de modo descontraído, as dúvidas de um homem que parece ter sua vida caminhando sob os trilhos da perfeição. Mas, ante a possibilidade de uma terrível doença, ele começa a questionar o rumo que sua vida está levando.

O livro é narrado em primeira pessoa, por Zachary, que aos 12 anos precisou lidar com a escandalosa separação dos pais, e passou a ser o pilar de sustentação para seus irmãos mais novos: Matt e Pete. O que ele menos queria era se tornar um retrato do pai, que traia sua mãe constantemente, porém, quando Norm bate na porta de sua casa - após longos anos de ausência - a princípio Zack não aceita a presença do pai, mas acaba sendo influenciado pelo seu comportamento e sua vida se torna um verdadeiro caos. Amedrontado com o futuro noivado e assombrado pelas lembranças de Rael - seu melhor amigo morto em um acidente de carro - ele ainda precisa lidar com a estranha atração por Tamara, viúva de Rael.

O ponto alto do livro são os personagens, excêntricos em sua essência (especialmente Norm, que vivia exibindo sua ereção por todos os lugares onde passava), e humanos em suas intenções. As confusões que Norm, Zack e seu amigo milionário Jed se metem, seriam cômicas se não fossem trágicas. Durante toda a leitura eu falava: esse livro daria um ótimo filme (antes de saber que o mesmo já tinha seus direitos comprados).

Com uma narrativa ágil e divertida, o autor aborda as tragédias na vida do protagonista de forma leve e descontraída. Tiveram partes que me fizeram chorar de tanto rir e outras que me emocionaram profundamente. O interessante foi acompanhar a visão de um homem sobre o amor, família e a amizade. Com personagens bem construídos e uma premissa inovadora e irreverente, o autor nos leva a refletir que: nunca é tarde demais para tomar decisões que afetem radicalmente o curso da nossa vida, mesmo que a curto prazo isto não pareça ser uma boa ideia.

[Qual a música?] Livro Londres

Olá leitores. Hoje vou estrear uma coluna, que venho pensando faz um tempinho em colocar no ar.
Eu já falei em alguns posts, que sempre após ler um livro, fico procurando uma música que combine com a temática abordada e com os personagens em si. Então decidi criar a coluna (provavelmente mudarei o nome, pois estava sem inspiração rs)
E o livro que escolhi para essa primeira postagem, foi Londres da Érica Lopes, autora parceira aqui do blog. Eu me encantei com o romance, e escolhi a música tema para o casal Adam e Clara, de acordo com a letra. Selecionei um trecho da música que eu adoro, espero que gostem:





Walking Away (Lifehouse)

O silêncio é tudo que eu tenho a dar e
As memórias de uma vida que eu sonhava que vivia.


Eu lembro de mim, Eu lembro de você indo embora
Eu lembro de mim, Eu lembro de você indo embora


De tudo que você fez, que você perdeu ou jogou fora,
Troque isso por uma vida nova em folha.
Mas eu não posso, não posso deixar ir, não posso virar.
Segure minha cabeça no alto e vá embora.


 

"- Eu me apaixonei por você pelo o que você é. Quero que esteja ao meu lado quando meu mundo estiver estressado, quando me faltar forças (...)
- Eu amo você sabia?
- Adoro o modo que você move seus lábios quando diz que me ama.
- Eu amo você..." (pág.117)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...