[Resenha] Em busca de WondLa - Tony DiTerlizzi

Livro: Em busca de WondLa - livro #1
Autor: Tony DiTerlizzi
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 400
Classificação: 5/5

Minha Opinião:

Eva Nove tem 12 anos e vive em uma estação subterrânea, conhecida como Santuário. Na estação ela tem aulas de sobrevivência com uma robô - Mater - que a criou desde pequena.
Eva nunca viu outros outras pessoas como ela, e seu sonho é encontrar outro humano.

Mater não deixa Eva saiu da estação, por acreditar que a adolescente ainda não esteja pronta, porém, a situação muda quando o Santuário é invadido por um caçador. Eva é obrigada a deixar seu lar, e passa a viver na superfície. Em sua longa jornada, irá encontrar com estranhas criaturas, que jamais imaginou que pudessem existir.
"- Eu me sinto...tão...pequena (...) Tão...insignificante.
- Pequena, talvez (...) Insiginificante, nunca, Eva Nove. Nenhum ser vivo é insignificante." pág. 321"
Em busca de WondLa é encantador! O livro é narrado em terceira pessoa, e a história é tão envolvente que em nenhum momento a narrativa fica cansativa.
Tony criou um mundo diferente, cercado de criaturas interessantes e as ilustrações criadas por ele, nos auxiliam criando o cenário perfeito.
No começo da jornada de Eva, conhecemos o peculiar Andrílio, um caerulian que não fala a mesma língua que ela. Mas não pensem que isso é um grande problema, visto que estamos falando de um mundo com altas tecnologias, e sendo assim o simpático Andri carrega um dispositivo que traduz o que ele fala.
Outro amigo que Eva irá fazer em sua caminhada, é o Otto, um urso d'água que se comunica através da mente. Andri, Otto e a mãe-robô Mater, serão partes fundamentais na busca de Eva por WondLa.

Todos os personagens são perfeitamente construídos, e as suas pequenas "diferenças" dão todo o charme a história. O autor abusa da criatividade na criação dos personagens. Temos árvores que andam, tocaieiro-do-areal e pilares de sustentação que ganham vida.
A tecnologia é uma grande aliada para Eva. Temos o Onipod - um dispositivo que realiza uma captura como se fosse uma câmera fotográfica - que analisa o tipo de vida, dando informações sobre suas espécies. Mas as suas funções não param por aí, ele ainda ajuda na comunicação com Mater, e também realiza procedimentos médicos quando solicitado.

WondLa é como Eva se refere a uma foto encontrada no Santuário, que mostra uma criança, um robô e um adulto. Ela a chama de WondLa, pois as 6 letras são as únicas que estão visíveis.
A explicação sobre a foto só é revelada no final do livro, e o desfecho é surpreendente, além de ter me deixado super ansiosa pela continuação.
Uma ficção-científica altamente recomendada para todas as idades.

[Novidades Literárias] Editora Agir

Foi lançado no fim desse mês o livro Hades, que é a continuação de Halo (o blog está sorteando o livro aqui). Vamos conferir a sinopse e o book-trailer.

Bethany Church é um anjo enviado à Terra para combater as forças das Trevas. Apaixonar-se nunca fez parte da sua missão, mas o vínculo entre ela e seu namorado mortal, Xavier Woods, é forte. Mas mesmo o amor de Xavier e os cuidados de seus irmãos anjos, Gabriel e Ivy, não impedirão que Beth seja levada a um passeio de moto que acabará no Inferno. Lá, o demônio Jake Thorn não permitirá que Beth volte à Terra e pedirá a ela algo que poderá destruí-la e também a seus familiares.







[Resenha] Nascida à meia-noite - C.C.Hunter

Livro: Nascida à meia-noite (livro #1)
Autora: C.C. Hunter
Editora: Jangada
Número de páginas:
Classificação: 3.5/5

Minha Opinião:

A vida de Kylie não vai nada bem. Seus pais estão se divorciando, sua avó faleceu recentemente e para completar ela levou um fora do namorado.
Para tentar esquecer o fora e todos os seus problemas, ela vai em uma festa e acaba sendo presa. Sua mãe então resolve mandá-la para o acampamento Shadow Falls.

Chegando no acampamento em que acredita que só existem adolescentes "problemáticos", Kylie descobre que todos os adolescentes possuem poderes sobrenaturais. Lobos, fadas, bruxas, metamorfos e vampiros, são algumas das "aberrações" que ela irá conhecer. Acreditando não possuir nenhum poder sobrenatural, ela tenta a todo custo provar que é normal, e fará de tudo para ir embora do acampamento. Porém, ao conhecer o fae Derek e o lobisomem Lucas, o coração de Kylie ficará dividido entre aceitar este novo mundo ou voltar para sua antiga vida.


Eu demorei bastante para ler este livro, e acredito que a culpa tenha sido a narração em terceira pessoa. Eu imaginava uma história completamente diferente, e me decepcionei um pouco com o foco que a autora usou neste primeiro livro.
Primeiramente, preciso citar que o livro é uma verdadeira salada sobrenatural. Temos deuses, fadas, metamorfos, vampiros, e o que mais vier no pacote. Uma fórmula que tinha tudo para dar certo, porém, a forma como a autora trabalha cada mitologia me pareceu um pouco desleixada. Pode ser que ela desenvolva melhor essa questão nos próximos livros da trilogia, por isso acho que vale a pena continuar.

A protagonista também não contribui. Tudo bem que não pode esperar muito de uma adolescente de 16 anos, que vive chorando pelos cantos. Ao chegar no acampamento ela não aceita de jeito nenhum que possui "sangue sobrenatural". Kylie parecia mais uma criança birrenta do que uma adolescente. E o que mais me irritou foi o chororô da personagem. Ela chorava por tudo! Por causa da mãe - que é fria e não demonstra nenhum sentimento por ela -, pelo pai, pelo ex-namorado, até por uma pedrinha caindo no chão.
Seu "dom" é ver um soldado, que ninguém mais parece enxergar. Esse soldado é praticamente o único mistério do livro.
Suas colegas de quarto são um show à parte. Miranda é uma bruxa e Della é vampira, e as duas vivem brigando. Elas irão ajudar Kylie, a descobrir a qual espécie pertence.

Quando apareceu o triângulo amoroso, pensei que as coisas iriam melhorar consideralvemente, mas tudo esfriou ainda mais. Pela primeira vez torci para que a história não tivesse um triângulo amoroso. Derek é o primeiro bonitão a ficar interessado em Kylie. Ele é um fae e possui o dom de se comunicar com os animais. O relacionamento dos dois é muito fofinho, e renderam as cenas mais interessantes do livro. O problema todo é ele ser muito parecido com Trey, ex-namorado dela.
O lobisomem Lucas é um enigma (adoro) a se desvendar. Ele possui um passado misterioso com Kylie, e esconde muitos segredos da líder do acampamento, Holiday.

A capa e o título fazem jus a história. A diagramação é simples, e nenhum erro de digitação foi encontrado.
Os capítulos são curtos, e o desfecho não me deixou muito empolgada para ler a continuação, mas como sou brasileira e não desisto de uma trilogia nunca, irei ler o próximo.

[News de maio] Editora Dracaena

Convite para evento de lançamento oficial do livro Equinócio da autora Lu Piras.
Participe do primeiro evento de lançamento do romance de estreia da autora Lu Piras publicado pela Editora Dracaena.
Será no dia 01 de junho de 2012, a partir das 17h30, na Livraria da Travessa, na Travessa do Ouvidor, nº 17, no Centro do Rio de Janeiro.

Evento imperdível para os amantes da boa literatura. Trata-se do primeiro romance, da saga Septem Signum, do jovem escritor mocoquense Rafael de Souza. A partir do dia 30/05 o acervo da sala especial da Biblioteca Municipal contará com mais um título mocoquense.
Prestigie!
Onde comprar: No site da Editora Dracaena.


Autor da Editora Dracaena concede entrevista ao Programa TinTim por TinTim, da Just TV São Paulo.
Assista entrevista do autor José Oliveira no programa TinTim por TinTim da Just TV .
Confira a entrevista.
 



 
O Alma - Autor: José Oliveira

Jefferson é um franzino jovem de 21 anos. Não conheceu o suficiente a mãe e viu o pai uma única vez. Este encontro ficou marcado pelo inexplicável rapto de seu pai, que sabia demais sobre coisas e causas secretas.
O jovem, deficiente de uma perna, é escritor e professor, casado com Manuela, uma linda russa. Aos sábados, Jefferson se refugia no rio de águas cristalinas que fica entre as montanhas da cidade. Um dia, durante a pesca, surge do céu uma inesperada visita: um ser extraordinário que muda sua vida por completo.
Aquela inusitada figura precisa de um corpo humano, de uma Alma para sobreviver na Terra... E Jefferson é a pessoa ideal para seus propósitos. A união do ser sobrenatural com o ser humano resulta em “O ALMA”. Assolada pela criminalidade, a cidade de Curruta ganha um aliado poderoso, impiedoso e imbatível.
Assim, logo começam a surgir outros seres que vindos do desconhecido e que, assim como o primeiro, precisam de uma alma para sobreviver em nosso mundo.
Porém, eles chegam à Terra com propósitos bem opostos aos da figura que habita o corpo de Jefferson: querem acabar com a raça humana, pois acreditam que foram os homens os responsáveis pela destruição de seu mundo.
Se O ALMA se opuser, também será destruído. O que será que vai acontecer?
Leia como se assistisse a um filme. Muita ação e suspense, lutas entre homens, batalhas entre seres fantásticos, lindas histórias de amor, amores imperfeitos.
Segredos, Loucura e Paixão preenchem as páginas deste livro.


Onde comprar: Livraria da Travessa, site da Editora Dracaena e na Livraria Cultura


Envio de Originais.
A Editora Dracaena tem se dedicado na publicação de novos autores nacionais.
Autores interessados em publicar seu livro devem enviar seu original para avaliação para o email: publique@dracaena.com.br

Para mais informações acesse: http://www.dracaena.com.br/?modulo=Conteudo&id=2

[Resenha] Deslembrança - Cat Patrick

Livro: Deslembrança
Autora: Cat Patrick
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 254

Classificação: 4/5

Minha Opinião:
 
Todos os dias, às 04:33 da manhã, toda as lembranças do passado de London Lane são apagadas. Para lembrar do que viveu ou fez, ela precisa escrever vários bilhetes contando sua rotina do dia passado.
E é através dos bilhetes que ela lembra de seu atual namorado: Luke Henry. O mais curioso é que London não consegue enxergar Lucas em seu futuro.

Suas lembranças do futuro, porém, passam a atormentá-la. A imagem de um funeral começa a fazer parte das suas lembranças, deixando-a apreensiva para descobrir quem estaria sendo sepultado.  Buscando por respostas, London irá fazer de tudo para mudar o futuro.
" Querida London,
Em primeiro lugar, deixe-me dizer que amo você. Tenha isso em mente enquanto estiver lendo esta carta...
Meu nome é Luke Henry e sou seu namorado desde que entrei no Meridan, em outubro. Você não se lembra de mim em seu futuro por alguma razão que ainda não sabemos, mas eu gostaria de ter a chance de descobrir."
O livro é narrado em primeira pessoa, por London Lane, de 16 anos. Começamos acompanhando a sua rotina de bilhetes lidos pela manhã, e o drama de ter que conviver com sua limitação de esquecer tudo aquilo que fez. A narrativa é ágil, e os capítulos curtos contribuem para que a leitura seja movimentada, a ponto de não querer largar o livro.

London parece lidar muito bem (até demais) com a perda de memória. Ela escolhe os fatos que quer lembrar - escrevendo-os no bilhete -, e nesse ponto eu até invejei sua condição. Imagina ter uma briga com o namorado, e poder simplesmente apagar qualquer vestígio dela no dia seguinte? Mas a "vantagem" para por aí. Deve ser angustiante não lembrar do que fez ou de quem conheceu.

Luke Henry é o namorado dos sonhos de qualquer garota (só porque ele é fã de Star Wars). O romance dos dois é fofo, sem ser meloso. Todo dia é como se fosse o primeiro e cada dia ela se apaixona por ele cada vez mais (isso te lembra algum filme?).
O mistério fica por conta do funeral que aparece em seus lembranças. Em buscas de esclarecimentos sobre a falta de memória e a identidade de quem está sendo enterrado, ela acaba desenterrando alguns segredos de família.

Conforme o desfecho se aproximava, me desesperei com a quantidade de páginas restantes para tanto mistério a ser solucionado, e foi por isso que o livro perdeu uma estrelinha. Não sou fã de finais em aberto, mas acho que a intenção da autora foi levantar a seguinte questão: Você mudaria seu futuro se tivesse oportunidade?

A capa é linda, e traduz perfeitamente a história, já que a London do livro é ruiva. A parte gráfica não possui nenhum erro, e a editora fez um ótimo trabalho diferenciando a fonte das letras dos bilhetes.

Cat Patrick transformou um tema até então "batido" e acrescentou uma pitada inovadora: o fato da protagonista possuir lembranças do futuro. O que prometia ser um thriller psicológico de tirar o fôlego, ficou apenas na normalidade. Com uma premissa inovadora - ainda que pouco explorada - Deslembrança cumpre o propósito de entreter. Romance e mistério na medida certa, que sem dúvida irá agradar aos fãs do gênero.

[Lançamentos] Editora Martin Claret

Olá leitores. Vamos conferir os lançamentos de maio da Editora Martin Claret. Os precinhos da editora são super acessíveis, e os livros são em formato de bolso (dá pra carregar para todos os lugares).



 Machado de Assis é o maior nome do conto brasileiro em seus moldes clássicos. Contos fluminensesé composto de sete histórias, e representa a estreiado escritor como contista.
As narrativas revelam algumas das marcas registradas do autor, com personagens complexos e passagens recheadas de ironias e críticas à sociedade fluminense. Organizada por Machado em 1870, a obra contém os contos “Miss Dolar”, “Luís Soares”, “A mulher de preto”, “O segredo de Augusta”, “Confissões de uma viúva moça”, “Linha reta e linha curva” e “Frei Simão”.

A campanha abolicionista de 1875 foi o pano de fundo perfeito para a publicação de A escrava Isaura. A obra narra as muitas desventuras de uma escrava branca, bela e de caráter nobre, que vive sob o jugo de um luxurioso e cruel senhor.
O romance –folhetim anti-escravagista e libertário, com fortes traços de idealização romântica –foi um grande sucesso editorial, conquistando a imaginação popular ante as situações intoleráveis do cativeiro e transformando Bernardo Guimarães em um dos mais populares romancistas de sua época no Brasil.
Além de retratar a realidade brasileira, A escrava Isaura ajudou a construir a identidade nacional do país recém-independente, mantendo-se como um clássico de leitura imperdível.

O guarani – romance mais famoso de José de Alencar – foi uma das primeiras obras criadas com o objetivo de fundar uma literatura brasileira autônoma de Portugal.
Em meio à história de amor entre o índio Peri e a moça branca Ceci, José de Alencar cria uma narrativa épica, cheia de amor, aventura, traição, lutas e vingança, prendendo a atenção do leitor a cada nova página.
O romance proclama a brasilidade, focando importantes aspectos da realidade brasileira do século XVII: o índio e o branco; a cidade e o campo; o sertão e o litoral.
Como todo romântico influenciado fortemente por LordByron, a poesia de Azevedo contém traços marcantes de desejo, decepções, morbidez, tédio, melancolia e vício.
Mesmo muito jovem, Álvares de Azevedo se cansou da vida e dos dramas que todo adolescente enfrenta, usando esse descontentamento e a angústia da alma como combustível para suas criações.
  A Lira dos vinte anos é uma de suas obras mais célebres e inclui alguns de seus poemas mais famosos: “Idéias íntimas”,“Spleene charutos”,“Lembranças de morrer”,“É Ela! É Ela! É Ela! É Ela” e “Se eu morresse amanhã”.

 Na segunda metade do século XIX, os ideais liberais consolidavam-se sobre os defensores da monarquia em Portugal, e o país vivia relativo progresso. Todavia, velhos costumes permaneciam entranhados na sociedade portuguesa, ocultos sob o véu tênue da moralidade. Em meio a esse conflito entre progresso e atraso, surge a chamada geração de 1870.
Dessa geração, provêm alguns dos maiores nomes do pensamento português, dentre os quais Antero de Quental, mentor intelectual do grupo, e Eça de Queirós, o mais importe prosador realista em Portugal.
Em O primo Basílio, Eça nos apresenta uma típica família burguesa de Lisboa, por meio da qual exporá a fragilidade de algumas das instituições mais caras aos portugueses – o casamento.
Mais famoso do que seu próprio criador, o detetive retorna em mais uma série de contos em O último adeus de Sherlock Holmes. Vendido em forma de livro em 1917, os contos foram originalmente publicados na revista StrandMagazine, entre os anos de 1893, 1908 e 1917. Sherlock havia se aposentado no volume anterior, mas os fãs do detetive não deixaram ConanDoyleem paz e, com a eclosão da Primeira Guerra Mundial, o detetive volta à ativa como um agente secreto.
Aqui, você pode ler e se deliciar com os novos casos emocionantes narrados por Watson: “Vila Glicínia”, “O círculo vermelho”, “Os planos do Bruce-Partington”, “O detetive moribundo”, “O desaparecimento de Lady Frances Carfax”, “O pé do diabo” e “Seu último adeus”.

 “Poe é uma influência determinante em toda a nossa modernidade, o criador das histórias de detetive e das tramas de ficção científica, presente nas atualíssimas tendências fantásticas, góticas e underground. Mas ele é, acima de tudo, um esteta de talento que abriu caminhos para todas as correntes literárias de linha subjetivista e barroca que vieram depois dele. Trata-se de um escritor-crítico que tem pleno domínio da arte retórica e da arte poética, um artífice que controla, com mão de ferro e cordas de alaúde, os efeitos que exerce em seu leitor. Um arquiteto do estilo que sabe estruturar um conto como poucos (...).”
Eliane Fittipaldi
Traduzido por Eliane Fittipaldi e KatiaM. Orberg, Histórias extraordinárias reúne alguns dos mais conhecidos e importantes contos de Edgar Allan Poe: O gato preto, O enterro prematuro, A queda da casa de Usher, William Wilsone O poço e o pêndulo.

[Resenha] Queria que estivesse aqui - Pete Nelson

Livro: Queria que estivesse aqui
Autor: Pete Nelson
Editora: Lua de Papel
Número de páginas: 256
Classificação: 5/5

Minha Opinião:

   Paul é um cara inteligente, filho do meio, de Beverly e Harrold, e apaixonado por sua conquista: Escrever. É onde melhor se encaixa e foge dos seus temores familiares. Tendo Stella, sua cachorra como uma fiel escudeira, sempre dando conselhos e incitando-o a estar com seu humor sempre pra cima. Vive em Northampton, enquanto seus pais vivem em Minnesota a algumas horas de distância. Paul encontra vários dificuldades, seu divórcio com Karen, o derrame de seu pai que o abala muito a princípio, começa a pensar nas coisas não ditas mutuamente, será que teria uma nova oportunidade? Stella, sua cachorra que não anda com a saúde muito bem e Tamsen, que fica dividida entre Stephen, divorciado de sua esposa e Paul, que tenta de todas as formas ser o mais adorável possível, parece que seja elegível.
    Como se não fosse o bastante, Paul ainda tem uma grande competitividade com seu irmão Carl, o mais velho. Sendo mais bem sucedido financeiramente, e por muitas vezes provocando-o por ter uma vida inferior a dele. Enquanto sua irmã Elizabeth, chamada por todos como Bits, é definida por sua personalidade forte, conselheira e amiga. Paul terá que enfrentar seus medos, começando por seu relacionamento com Tamsen, será mesmo que Paul aguentará isso por mais tempo? Ter que dividir sua amada e sentir-se de mãos atadas, ou colocaria tudo a perder. Paul conseguirá recuperar o tempo perdido com seu pai? São as muitas perguntas que Paul faz a si todos os dias.
    Eu amei o livro, confesso que não imaginaria gostar tanto. A relação de Paul com sua cachorra Stella, os diálogos entre os dois são os melhores. É legal você imaginar como seriam as falas de um cão. Chorei bastante com o livro, todas as partes são emocionantes, ficava ansiosa para o próximo capítulo, de tão bem que a leitura flui. 
   Pra quem é apaixonado por esse mundo canino, irá se encantar com a leitura. E vai ficar na martelando na mente: " O único defeito dos cães é viverem tão pouco".


[Promo] O Clube das Mulheres Contra o Crime

Oi pessoal! Tudo bem?
Hoje trago para vocês uma super promoção em parceria com os blogs Lendo ao luar e Estante Vertical  e a Editora Arqueiro.
Juntas iremos sortear os 3 livros da série o Cube das Mulheres contra o crime lançados pela Arqueiro. E o melhor serão os 3 livros para um ganhador!


Você já pode conferir as resenhas dos livros:

6º Alvo (em breve)

Regras:

- Seguir os 3 blogs pelo GFC:
My Book Lit (este blog)

- Residir em território brasileiro.

- Preencher o formulário abaixo corretamente.

a Rafflecopter giveaway


Obs: A opção de comentar na resenha de o 6º alvo já está aberta, no entanto só vale após o dia que a resenha deste entrar no ar, esse post será editado com os links e será avisado nas redes sócias.
A promoção vai até o dia 23/06. O vencedor será avisado por email e terá até uma semana para reclamar o seu prêmio. O prêmio será enviado pela editora. Os blogs não se responsabilizam por qualquer extravio feito pelos correios.  

[Resenha] Anjo Mecânico - Cassandra Clare

Livro: Anjo Mecânico (As Peças Infernais)
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Número de páginas: 387 
Classificação: 4/5

Minha Opinião:

Tessa, de 16 anos, sai de Nova York para ir ao encontro de seu irmão Nathaniel, em Londres.
Porém, ao chegar em Londres ela é recebida por duas mulheres estranhas, conhecidas como as Irmãs Sombrias. Além de manter seu irmão Nathaniel como refém em um lugar desconhecido, as duas irão obrigá-la a treinar suas habilidades, que ela nem desconfiava que possuía.

" - Sempre se deve ter cuidado com livros - disse Tessa -, e com o que está dentro deles, pois as palavras têm o poder de nos transformar.
- Não sei se algum livro já me transformou - disse Will. - Bem, há um volume que promete ensinar uma pessoa a se transformar em um rebanho de ovelhas..." (pág.79)

Quem leu minha resenha de Cidade dos Ossos (primeiro livro da série Intrumentos Mortais), percebeu que me decepcionei um pouco. Quando vi que a série As Peças Infernais - que é um prequel de Instrumentos Mortais - seria lançada por aqui, não criei muita expectativa e me surpreendi.
A história se passa na perfeitamente ambientada Londres Vitoriana. Carruagens, vestidos espalhafatosos, o céu cinzento e o Rio Tâmisa são alguns dos ingredientes que a autora usa para nos transportar ao clima de Londres, e a fórmula não poderia ter sido mais acertada.

O livro é narrado em terceira pessoa, onde inicialmente conhecemos Tessa, uma jovem orfã que carrega um anjinho mecânico no pescoço, pingente este que pertenceu a sua mãe. Ao ser obrigada a usar seus poderes de metamorfose (ela pode se transformar em qualquer pessoa), tudo o que ela mais deseja é se livrar do domínio das Irmãs Sombria, e encontrar seu irmão para viverem juntos. Porém, o seu caminho se cruza com o de dois caçadores de sombra. Will e Jem, a levam para o Instituto, uma espécie de abrigo para os caçadores de sombra. Em seu encalço encontra-se o Magistrado, homem que recrutou as irmãs sombrias e deseja casar-se com ela. Quem seria o Magistrado? Quais interesses ele teria em seus poderes?

Novamente fui fisgada pelos diálogos inteligentes e a história super bem montada de Cassandra. Parece que seu lema é criar personagens sarcásticos, porque o Will me lembra muito o Jace de Cidade dos Ossos. Algumas situações vividas entre Will e Tessa, foram praticamente idênticas as cenas vividas por Clary e Jace em CDO, e isso me irritou um pouco.
Dono de frases engraçadinhas e um temperamento um tanto explosivo, à primeira vista Will parece um mulherengo incorrígivel, porém, sua relação com o amigo Jem nos prova o contrário. Ele age como um irmão mais velho, cheio de preocupação e carinho. Seus sentimentos contraditórios me confundiram muito. Não posso dizer que me apaixonei por ele, mas também não o odiei.

Jem possui uma aparência frágil e esconde um segredo de Tessa que só é revelado no final do livro. Creio que no segundo livro da trilogia ele irá ganhar um destaque maior (torcendo por isso).
Tessa me surpreendeu! Uau. Ela não lembra em nada a Clary. Sua determinação e o amor desmedido que sente pelo irmão me conquistaram. Ela á apaixonada por livros, e em várias passagens cita o seu favorito (Um conto de duas cidades de Charles Dickens), e também alguns diálogos de outros livros. Impossível não se apaixonar por ela.

Se em Cidade dos Ossos eu senti falta de um vilão convincente e que me fizesse odiá-lo, aqui não há esse problema. O Magistrado é desprezível, embora seus verdadeiros propósitos para Tessa não sejam completamente revelados, e justamente esse clima misterioso que me fez implorar pela continuação.
O mais viciante, é que Cassandra não se contenta em montar um segredo apenas. Nesse livro existem vários pontos de interrogação, e isso nos prende a história. 

Não dá pra negar que a obra tem grandes semelhanças com Cidade dos Ossos. Em Anjo Mecânico temos o dobro da ação e em nenhum momento o livro se torna enfadonho. Clare introduz o Mundo das Sombras vagarosamente, contribuindo para que nenhum detalhe passe despercebido.
Não é preciso ter lido a série Intrumentos Mortais para iniciar a leitura de Anjo Mecânico, eu até aconselharia começar por essa trilogia. Tenho certeza que essa série irá se tornar uma das minhas queridinhas, prova que Cassandra conseguiu me surpreender (e como).

[Promo] Anjos do amor


Os blogs My Book Lit e Último Romance se juntaram e selecionaram dois livros angelicais para o sortudo
ou a sortuda que ganhar esta promoção especialmente preparada para o dia dos namorados.
  • Livros:
Halo — Alexandra Adornetto


Sinopse:

Três anjos são enviados à Terra com planos de se misturarem aos humanos para assegurar a paz e trazer a bondade. Gabriel, o Herói de Deus, um antigo guerreiro que se disfarça de professor de música; Ivy, serafim abençoada com poderes de cura; e Bethany, a mais nova e inexperiente do grupo, enviada como uma jovem estudante para aprender sobre a humanidade. Após Bethany se encantar com a vida humana, ela começa a viver todas as experiências de uma adolescente normal, até se apaixonar por um rapaz e coloca toda a missão em risco. As forças do mal se aproveitarão dessa situação para pôr seus planos malignos em prática. 
Beijada Por Um Anjo 5
— Elizabeth Chandler (Kit)
Sinopse:
Depois que Ivy descobre que Tristan está no corpo do assassino Luke, a vida deles toma um outro rumo. Tristan se esconde da polícia e Ivy não sabe onde localizá-lo. Para piorar as coisas, Beth está cada vez mais distante e estranha, e só Ivy sabe o que realmente está acontecendo com ela.

Ao descobrir o paradeiro de Tristan, Ivy não se contém e corre para ele, apesar do risco de ver seu amor descoberto. Para conquistar sua liberdade, Tristan, com a ajuda da namorada, tentará descobrir em que encrenca se meteu o garoto que lhe empresta o corpo. E, na busca de evidências, Tristan e Ivy percebem que existem mistérios sobre os quais eles não têm controle e que podem levá-los por um caminho sem volta. Além disso, a interferência de Tristan sobre o destino de Ivy deverá ser punida duramente. Pode ser que um deles não viva por muito mais tempo. 
Regras básicas:
  • Seguir os blogs My Book Lit e Último Romance pelo GFC.
  • Ter endereço de entrega no Brasil.
  • Preencher o formulário abaixo.
Lembre-se:
  • O formulário possui instruções, portanto leia atentamente.
  • Depois das regras básicas todas as outras inscrições são chances extras. Nenhuma delas é
    obrigatória.
  •  A promoção é válida até o dia 15 de junho de 2012.
  • O resultado será divulgado nos dois blogs até o dia 17 de junho de 2012.
  • Haverá apenas um vencedor.
  •  A pessoa sorteada deverá responder com endereço completo em até 72h. Se não houver resposta, será realizado novo sorteio.
  • Os prêmios serão enviados em até 30 dias.

a Rafflecopter giveaway

Caixa de correio #22

Olá leitores! Como foi a semana de leitura de vocês? Eu não li quase nada, porque alguns livros de parceria atrasaram (correios da minha cidade está com falta de funcionários), mas para compensar a pilha de parceria aumentou hoje rs
Vamos aos livros que chegaram:

Por isso a gente acabou, foi um presente do dias das mães que chegou atrasado.

Eu tentei tirar uma foto decente da ilustração, mas como a câmera do celular não é lá essas coisas, não ficou muito nítido, mas dá pra ver. O livro é lindo, cheio de ilustrações.

[Cortesia] Da Galera Record chegou Anjo Mecânico (Cassandra Clare), eu já li o livro e amanhã tem resenha no blog. A capa é ultra brilhosa e linda. As páginas tem um cheirinho doce delicioso (só eu pra falar do cheiro do livro rs)

[Cortesia] Da Intrínseca recebi Deslembrança (Cat Patrick) hoje. O livro ficou parado 20 dias nos correios e finalmente hoje foi entregue. Já comecei a ler e estou na metade. A capa é linda e a história muito envolvente.

[Cortesia] Da Intrínseca também recebi Em busca de WondLa (Tony Diterlizzi), solicitei o livro depois de ver um comentário do Rick Riordan dizendo que ficou ansioso pela a continuação (ou algo assim, não lembro direito rs). O livro também é repleto de ilustrações. Será o próximo na lista de leitura, e em breve terá resenha.

Lombadas
Foi só isso. E vocês? O que receberam?
Bjos

[Resenha] O retrato de Dorian Gray - Oscar Wilde

Livro: O retrato de Dorian Gray
Autor: Oscar Wilde
Editora: Martin Claret
Número de páginas: 212
Classificação: 5/5 (favorito)


Minha Opinião:

 "Não existe influência boa. Toda influência é imoral... Porque influenciar uma pessoa é transmitir-lhe a nossa própria alma."

O Retrato de Dorian Gray foi escrito por um dos mais importantes escritores do século XIX. O livro é genial! Oscar Wilde é genial. Relevem meu comportamento eufórico para falar sobre essa obra, mas a história mexeu muito comigo, e o livro virou meu favorito.

O livro é narrado em terceira pessoa, e apesar de ter sido escrito no ano de 1890, a linguagem utilizada pelo autor não é rebuscada a ponto de tornar a leitura difícil e cansativa.
Dorian é um adolescente belo e ingênuo, que chega a Londres após a morte do seu avô. Sua beleza é imortalizada em um quadro, pintado por seu amigo Basil. Ao conhecer o hedonista Lorde Henry, e influenciado pelos seus discursos acerca dos prazeres da vida e a importância da beleza, Dorian deseja que seu quadro envelheça em seu lugar, para que ele conserve a juventude eternamente. A partir daí, a história adquire um tom sombrio e a efemeridade da beleza se torna um dos assuntos mais abordados por Oscar.
Teria Dorian feito um pacto com o diabo para conservar sua juventude? Após se apaixonar pela linda atriz Sybil Vane, uma tragédia marca o início de sua conduta fria e inescrupulosa para com as pessoas à sua volta.

Dorian tem seus valores e moral completamente corrompidos por Henry. Ele se torna uma verdadeira marionete nas mãos dele. Até ver a sua imagem no retrato, ele parecia não fazer ideia do quanto era belo. Aqui o autor elabora uma crítica ao narcisismo e o culto à beleza. Quantas pessoas dão mais valor à aparência do que ao caráter?
Ao notar uma mudança nas feições do quadro, o jovem mergulha em um mundo de imoralidade e prazeres sórdidos, sem se preocupar com as consequências.
Não posso dizer que senti raiva de Dorian. Ele possui uma mente totalmente manipulável e seu maior erro foi ter dado ouvidos as investidas de Lorde Henry. Todos os esforços para desfazer os males que causou, pareciam não render resultados e quanto mais tentava consertar seus erros, mais sua alma se tornava sombria.
"Para ser popular é necessário ser medíocre. Todas as boas reputações são feitas de nada."
Lorde Henry é sem dúvida o personagem mais fascinante da obra. Seu cinismo e os comentários ácidos a respeito das mulheres, refletem sua personalidade marcante. Ele é o responsável por confundir os sentimentos e desejos de Dorian, levando-o a cultuar sua própria beleza.
Dono de frases de efeito, é através de Henry que Wilde constrói suas críticas à sociedade da Inglaterra vitoriana, marcada pelo moralismo hipócrita. É um personagem que a maioria irá odiar, mas as suas frases e discursos nos chamam atenção, como se mergulhássemos em seus devaneios.
"Posso ser solidário com tudo, menos com o sofrimento. Tenho-lhe aversão. O sofrimento é hediondo, horrível, desalentador. Nessa simpatia moderna pela dor, há qualquer coisa de mórbido. O que se deve estimular é a cor, o belo, a alegria de viver. Quanto menos se iludir às tristezas da vida, tanto melhor."
O retrato de Dorian Gray é um livro que ficará marcado para sempre na mente do leitor. O desfecho me pegou desprevenida, e fiquei digerindo a história por longas horas.
Sem dúvida, essa é uma obra que te levará a questionar seus próprios valores. Até onde uma pessoa iria para se conservar eternamente belo? Até que ponto as influências de outra pessoa podem modificar o nosso caráter?
Só uma recomendação: Leia o quanto antes.
“Hoje em dia as pessoas sabem o preço de tudo, mas não sabem o valor de nada.”
"Definir é limitar."

[Lançamentos] Grupo Editorial Pensamento

Olá leitores. Hoje eu trago os lançamentos de maio do Grupo Editorial Pensamento



"Este livro é um volume da Biblioteca Maçônica Pensamento. Neste volume, Jean Palou oferece um estudo sobre a Maçonaria vista sob o prisma da iniciação. O autor esclarece algumas inverdades e alguns exageros acerca da Ordem. Entre outros temas de interesse, acham-se descrições de ordens de adoção, como a dita "maçonaria feminina", bem como o interessante ritual dos Companheiros Lenhadores. Além disso, Jean Palou faz comentários pertinentes sobre outros bons autores que já se debruçaram sobre a história da Maçonaria. A obra tem como objetivo elucidar e de orientar todo aquele que procura conhecer, com segurança, a importante história da Maçonaria, especialmente a francesa."


 "A obra tem como foco principal os paralelos entre as cerimônias da Igreja Católica Apostólica Romana e aquelas praticadas no Egito Antigo. Embora todas as formas de cristianismo apresentem paralelos com os rituais do Egito Antigo, é no catolicismo que se encontram os exemplos mais contundentes. Este livro permite um maior entendimento da fé católica no mundo contemporâneo, e foi escrito para todas as pessoas que questionam a origem dos símbolos, rituais e cerimônias do cristianismo."
 "Charles Tart apresenta cerca de cinquenta anos de pesquisas científicas, comprovando que o ser humano é dotado de impulsos e aptidões espirituais. Suas experiências indicam a existência de forças invisíveis como a telepatia, a clarividência, a precognição, a psicocinese, a cura paranormal e outros fenômenos que nos ligam inextricavelmente ao mundo espiritual. O livro faz uma esmerada defesa da união entre a ciência e a espiritualidade à luz dessas novas evidências, e explica por que uma concepção verdadeiramente racional deve ser adotada em relação à realidade do mundo espiritual."
 "O autor revela que o atual alinhamento de Urano e Plutão com a Terra colocou em movimento uma poderosa Onda Planetária que atingirá o pico nos próximos anos, anunciando um período em que nós vamos nos defrontar com uma oportunidade única de mudar nosso destino. A obra traz a análise dos grandes alinhamentos Plutão-Urano do passado até a onda mais recente. Nesta extraordinária análise, Birkbeck liga a astrologia à física quântica para demonstrar claramente como podemos atrelar o nosso poder mental às influências reais dessa Onda Planetária, com o intuito de fazer as 'correções de curso' vitais para o nosso bem-estar e o do nosso mundo."
"Neste livro, Ervin Laszlo apresenta um novo 'mapa da realidade' para nos guiar através das mudanças mundiais que estão ocorrendo - os problemas, as oportunidades e os desafios com que nos defrontamos individual e coletivamente - e para nos ajudar a entender o que precisamos fazer durante essa época de grande transição. Na atualidade, está ocorrendo uma mudança na visão científica materialista da existência em direção a uma visão de mundo multidimensional de múltiplas realidades interconectadas. Entendendo a interconectividade do nosso mundo em transição, podemos senti-la com uma percepção, sabedoria e confiança muito mais aguçadas e integrais rumo a uma visão mais ampla do universo, da Terra, da vida e de nós mesmos."


E não perca o grande lançamento de junho: Tempest. Compre o seu com desconto, na pré-venda do site e concorra ao sorteio do relógio.

[Novidades Literárias] Lançamentos Maio - Editora Intrínseca

 
Vem aí um livro que vai agradar em cheio tanto os jovens que acompanharam as jornadas mitológicas de Percy Jackson quanto os fãs de Star Wars de todas as idades. Estou falando de Em Busca de Wondla ( Tony DiTerlizzi). Você pode ler o primeiro capítulo aqui.

 
Eva Nove tem doze anos e sempre morou com Mater, uma robô azul-clara extremamente amorosa e maternal, em um abrigo subterrâneo ultratecnológico no planeta Orbona. Quando um estranho invade e destrói o lar que as duas dividem, a menina é obrigada a fugir para a superfície — um mundo que ela só conhece por meio de holoprogramas. Apesar do perigo, é a primeira chance que tem de perseguir seu maior desejo: encontrar alguém como ela, outro humano. Eva sabe que eles existem porque guarda um item valioso: uma ilustração de uma garotinha, um adulto e um robô, junto de uma estranha palavra: “WondLa”. A busca vai levá-la a descobertas que vão muito além de suas maiores expectativas, em uma jornada surpreendente, divertida e emocionante, que vai tirar o fôlego do leitor e inspirar muitos sonhos.


Estante de maio da Intrínseca:

5/5 – Memórias de um vendedor de mulheres, de Giorgio Faletti — Em seu novo livro, o, fenômeno mundial da literatura italiana contemporânea Giorgio Faletti recria as insanas noites milanesas da década de 1970 sob a perspectiva de Bravo, um negociante de mulheres. Entre cabarés e cassinos clandestinos, este homem enigmático compartilha suas noites em claro com mulheres desesperadas, viciados e membros da máfia. Dotado de avidez, rancor e cinismo — as três características que julga fundamentais para a função que exerce —, Bravo não questiona seus atos até que eles o levam a viver um pesadelo: ser caçado pela polícia, pelo crime organizado e pelos militantes das Brigadas Vermelhas. Falleti também é autor dos best-sellers Eu mato e Eu sou Deus.
Leia o primeiro capítulo.
 
12/5 – No jardim das feras, de Erik Larson — Em 1933, o professor William E. Dodd, da Universidade de Chicago, é convidado a assumir a embaixada dos Estados Unidos na Alemanha de Hitler. Sem experiência diplomática, ele se muda para Berlim acompanhado pela mulher e pelos dois filhos adultos Bill Jr. e Martha — uma jovem que se envolve com alguns homens do Terceiro Reich, como o primeiro chefe da Gestapo, Rudolf Diels. A partir da perspectiva dessa família norte-americana — registrada em documentos oficiais e em diários —, o mestre da narrativa de não ficção Erik Larson reconstituí a crescente tensão em Berlim e a intimidade de personagens históricos como Göring, Goebbels e o próprio Hitler.
Leia o primeiro capítulo.

21/5 – Tempo é dinheiro, de Lionel Shriver — Shep Knacker sempre economizou para a “Outra Vida”: um retiro idílico no Terceiro Mundo onde a correria da cidade grande seria substituída por tempo livre e horas de sono suficientes. Quando ele vende sua empresa e a realização de seu sonho parece próxima, sua mulher descobre que está doente e os custos incrivelmente altos do tratamento consomem, diariamente, suas economias. Em uma pesada crítica aos sistemas de saúde, a premiada escritora Lionel Shriver — autora de Precisamos falar sobre o Kevin, O mundo pós-aniversário e Dupla falta se atreve a fazer a temida pergunta: quanto custa a vida de uma pessoa?
Leia o primeiro capítulo.

2/5 – Parasita vermelho, Andrew Lane — Na segunda aventura da série, o jovem Sherlock Holmes atravessa o oceano em direção à misteriosa América e a uma trama mortal. Leia mais
Leia o primeiro capítulo.

7/5 – O filho de Netuno, de Rick Riordan – Na aguardada continuação de O herói perdido, Percy Jackson desperta sem memória, agarrado apenas às lembranças de sua namorada, Annabeth, e a uma certeza: os dias de jornadas e batalhas não terminaram. Leia mais.
Leia o primeiro capítulo

[Resenha] 5° Cavaleiro - James Patterson


Livro: 5° Cavaleiro
Autor: James Patterson e Maxine Paetro
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 214
Classificação: 5/5

Minha Opinião:

Várias famílias processam o Hospital da cidade de São Francisco, alegando erro médido na morte de seus entes queridos, enquanto um notívago desconhecido está à solta no hospital, matando vários pacientes.
A Tenente Lindsay Boxer e sua equipe, precisam lidar com dois crimes: o das mulheres jovens encontradas com roupas de grife em carros luxuosos, e a morte suspeita dos pacientes que estão prestes a receber alta no Hospital.

O caso se torna pessoal para Lindsay e suas amigas, quando a mãe da advogada Yuki Castellano - uma das integrantes do "Clube das Mulheres contra o Crime" - dá entrada no mesmo Hospital que está sendo processado.

Este foi o primeiro romance policial do autor que eu li, e foi um ótimo começo. Preciso ser clichê, e citar a frase que define as obras do autor: As páginas viram sozinhas. Já no começo me vi tão envolvida com a trama que não conseguia largar o livro.
Este é o 5° livro da série, mas não é preciso ler os livros em sequência para entender, já que cada um tem um final definido (embora seja bom ler os outros livros, para entender melhor a vida pessoal da Tenente e suas amigas).

O livro é narrado em terceira pessoa, e em primeira pessoa por Lindsay. A narração explora vários cenários, de modo que a leitura se torna abrangente e aprazível. A vida pessoal de Lindsay também vem à tona, bem como o seu relacionamento com o bonitão Joe (creio que ele deve ter aparecido nos livros anteriores). Ela e suas amigas: Claire (médica legista), Yuki (advogada) e Cindy (jornalista), formam o Clube das Mulheres conta o Crime. Neste livro temos um foco maior na advogada Yuki, que interna sua mãe no mesmo hospital que está sendo processado por várias famílias. As cenas das mortes são aterradoras e uma em particular me emocionou muito.
O processo contra o hospital ganha um maior destaque na história. Patterson cria uma atmosfera tão envolvente, que nas cenas em que aconteciam os julgamentos eu me sentia dentro do tribunal, acompanhando tudo.

Os personagens são bem construídos, e suas falas e pensamentos transmitem verdade. Lindsay é uma policial determinada e durona, que não descansa até ver o caso em que está trabalhando, ser solucionado. Suas amigas também formam um belo time. Gostei bastante da legista Claire, que é a única do grupo que é casada e tem filhos. Senti falta da descrição da aparência e a idade das personagens, mas como este é o 5° livro, com certeza isso já foi citado em livros anteriores (o que aumenta a minha vontade de ler todos os livros da série).

O desfecho não é nada óbvio, e quando eu pensava que o livro já tinha terminado, James insere uma reviravolta que muda tudo.
Com uma pitada de CSI e uma trama muito bem construída, 5° Cavaleiro agradará em cheio aos fãs do gênero.

[Divulgação] Grupo Entre Linhas Direta

Hoje o post é para divulgar o grupo literário: Entre Linhas Diretas, formado por 8 autoras nacionais.
No dia 23/06 na Saraiva do Rio Sul (Rio de Janeiro), haverá uma tarde de autógrafos e também um bate papo com os leitores. Com certeza não irei perder este evento. Mais informações na  fan page do grupo.


 

Aproveito para divulgar o lindo trailler do livro Despertar (resenha) da autora Helena Andrade, que faz parte do Grupo.

[Resenha] @mor - Daniel Glattauer

Livro: @mor
Autor: Daniel Glatteur
Editora: Suma de Letras
Número de páginas: 184
Classificação: 5/5

Minha Opinião:

Em um e-mail enviado por engano, para cancelar a assinatura de uma revista, Emmi Rothner conhece Leo Leike. Assim tem início um relacionamento virtual intenso, que irá despertar as mais diversas emoções e reações em ambos.
" Leo, penso o tempo todo em você. Você ocupa alguns milímetros quadrados do meu cérebro (ou do meu cerebelo, da minha hipófise, não faço ideia de onde seja quando se pensa em alguém como você.) Você de fato acampou sua tenda lá. Eu não sei se você é como aquele que escreve. Mas se você for apenas uma parte daquele que escreve, então você já é alguém muito especial." (pág.86)
 Este livro foi uma grata surpresa. Comecei a ler de madrugada, e não conseguia mais largar. É viciante!!
 A história toda se desenrola através de e-mails trocados por Leo e Emmi, sem que ambos saibam como o outro é fisicamente. Emmi possui um casamento estável, e Leo acabou de sair de um relacionamento conturbado, porém, isso não impede que eles queiram levar o relacionamento virtual para "algo a mais". Só que marcar um encontro pode acabar com a expectativa que ambos possuem. O leitor acaba criando a mesma expectativa, imaginando como eles seriam e o que aconteceria nesse encontro.

O genial é que o autor consegue construir os e-mails sem usar o famoso "Internetês", nos poupando da linguagem virtual onde a maioria das palavras são abreviadas. O autor abusa da criatividade e de muita inteligência para montar as mensagens.
Os e-mails são recheados de sarcasmo (especialmente os da Emmi), humor e desabafos. Muitos deles contém apenas uma frase, de maneira que tudo fica subentendido, enquanto outros possuem linhas e mais linhas que revelam a personalidade dos personagens, bem como alguns detalhes de suas vidas.
" Não, Emmi, você não é uma qualquer. Se alguém não é uma qualquer, esse alguém é você. E não o é de forma alguma para mim. Para mim, você é como uma segunda voz dentro de mim, que me acompanha durante o dia a dia. Você fez do meu monólogo interior um diálogo. Você enriquece minha vida interior. (...)
Emmi, eu simplesmente tenho medo de perder a minha "segunda voz". Eu quero mantê-la. Quero lidar cuidadosamente com ela. Ela se tornou imprescindível pra mim." (pág. 68 e 69)
Apesar de Emmi ser casada, Glattauer não aborda a traição de uma forma vulgar. Até porque nem sei se classificaria a dependência em se corresponder com o Leo como traição, pois em todo o momento ela faz questão de frisar que tem um casamento feliz, mesmo que não entre em detalhes sobre sua vida conjugal. O grande X da questão é imaginar se eles estariam dizendo realmente toda a verdade.
O jeito como Leo escreve quando está bêbado rendem boas risadas. Ele consegue ser ao mesmo tempo doce, rude e pragmático. Creio que ele tenha sido bem mais "transparente" em relação aos seus sentimentos, do que a Emmi.

Cada segundo que antecedia a resposta de um e-mail, fazia meu coração bater mais forte, como se eu tivesse que pensar em uma resposta. Foi aflitivo, mas de um jeito maravilhoso.
Em nenhum momento a leitura se torna cansativa. Cada e-mail é extremamente necessário para a construção da história. O jeito como o livro termina é de querer pular no pescoço do autor. O bom é saber que a suma irá lançar ainda este ano o segundo, e último livro. Vou roer as minhas unhas até lá.

Caixa de correio #21 (especial Dia das Mães)

Olá leitores. Hoje é um dia muito especial. Pra quem não sabe eu sou mamãe de um lindo menino de 2 anos, então hoje é só comemoração. Mas quero deixar um Feliz Dia das Mães para a minha mãe, e para todas aquelas que são mamães \o/
Faz um tempão que não faço essa coluna, porque estou sem câmera, mas tirei foto com o celular (a qualidade não tá assim uma brastemp).

[Cortesia] Chegou da Suma de Letras o livro @mor. Gente, o livro é maravilhoso, em breve tem resenha.

Esse foi meu 1° presente de dia das mães. Eu estava louca para ler As invenções de Hugo Cabret, e queria porque queria com a capa antiga....rs Maridão me fez essa super surpresa, e é óbvio que amei o presente.

[Cortesia] Chegou da Editora Intrínseca o livro A última carta de amor. Já tem resenha aqui, e pra quem gosta de uma história de amor com encontros e desencontros, este é o livro.

[Cortesia] Chegou da Editora Agir, o livro Ghostgirl, que eu me apaixonei *_* Já tem resenha aqui. Pra quem curte histórias com fantasmas, com referências góticas, esse livro será uma ótima leitura.

[Cortesia] Chegou da Galera Record, o livro Nas Sombras. Outro livro de fantasmas, e recheado de referências musicais. Um livro imperdível para quem curte um sobrenatural. Confira a resenha aqui

Lombadas (a mais linda é a de Hugo Cabret)
bjos

[Novidades Literárias] Suma de Letras

Olá leitores. Hoje eu trago as novidades da Editora Suma de Letras. Vou começar com o lançamento do livro @mor, que já está à venda em todas as lojas, e você pode adquirir o seu aqui.
Já terminei de ler e amei, pois os e-mails são super originais e inteligentes. Em breve resenha aqui no blog.

Num e-mail enviado por engano, começa um relacionamento virtual que testa as convicções de Leo Leike e Emmi Rothner. Leo Leike, ainda digerindo o fracasso de seu último relacionamento, responde de forma espirituosa a duas mensagens enviadas por engano por Emmi Rothner, casada. Inicialmente, ela só queria cancelar uma assinatura de revista. Depois, inclui Leo por engano entre os destinatários de um e-mail de boas festas. Na terceira troca de e-mails, o mal-entendido dá lugar à atração mútua, reforçada pelo fato de um nunca ter visto o outro. Nada como a curiosidade instigada por frases bem encadeadas chegando a intervalos regulares numa caixa postal eletrônica para que os dois se esqueçam dos possíveis impedimentos. A cada dia, Leo e Emmi se sentem mais impelidos a marcarem um encontro. Após trocas contínuas de mensagens, está claro para ambos que o marido dela e as feridas emocionais dele não serão obstáculos para que marquem um encontro. O único obstáculo real é a insegurança de ambos quanto à transformação da fantasia em realidade. A expectativa é uma faca de dois gumes e a realidade pode não estar à altura. 



Oksa Pollock agora tem um hotsite (http://www.oksapollock.com.br/) super bacana, onde dá para fazer download de Wallpapers, saber mais sobre os personagens e realizar um teste para descobrir com qual personagem você se parece (o meu deu Dragomira rs)

E para os fãs da trilogia Destino como eu \o/ (resenha), já se encontra em pré-venda o segundo livro, chamado Travessia. Você pode adquirir o seu aqui. O lançamento está previsto para o dia 07/06 e eu estou muito ansiosa para conferir.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...