[Resenha] Uma vez na vida - Marianne Kavanagh

Livro: Uma vez na vida
Autora: Mariane Kavanagh
Editora: Única
Número de páginas: 280
Classificação: 3/5

Minha Opinião:

Sou obrigada a confessar que o que me atraiu na trama foi o "alma gêmea" da sinopse. Eu sou aquele tipo de sonhadora pessoa que acredita que em algum lugar do mundo existe um par certo para cada pessoa. Ok que às vezes esse par mora lá nos EUA (né Ian Somerhalder), e acaba ficando inviável o encontro.
Eu esperava um romance fofinho de encontros e desencontros, but, não foi tão empolgante assim.

Tess tem 23 anos e é obcecada por roupas vintage, e acredita piamente no conceito de almas gêmeas. Ela detesta seu emprego atual, e namora Dominic, com quem não consegue enxergar um futuro pela frente.
Sua amiga Kristy, vive dizendo que ela precisa conhecer George, um músico brilhante que toca com os amigos em uma banda de jazz.
Só que o destino resolve brincar um pouquinho com ambos. Toda vez que George e Tess estão prestes a se encontrar, algum evento os leva para longe um do outro. Será que eles são almas gêmeas destinadas a permanecerem juntos no final?
" - A banda vai tocar (...) Se você usar lentes e não beber demais, vai conhecer o George.- Talvez eu não queira conhecer o George - disse Tess- Claro que quer. É a sua alma gêmea."
A narrativa é feita em terceira pessoa, o que nos apresenta diversos pontos de vista, criando um panorama completo não só da vida dos protagonistas, como a dos personagens secundários.
Os capítulos são divididos em anos. O problema todo é que os anos se passam, e a vida dos dois parece não sair da mesmice.
Pelo menos Tess era mais determinada que George em mudar o rumo da sua carreira. George era resignado demais, estático, praticamente uma múmia. Em nenhum momento eu conseguia enxergar um como o par perfeito do outro.
E ainda tinha o Dominic na jogada. Tudo o que Tess fazia era enumerar os defeitos do namorado, insatisfeita com cada atitude do pobre moço. O pior de tudo é que o rapaz realmente se esforçava para fazer o relacionamento dar certo.

Aquela expectativa de que os dois se encontrassem em determinado momento, foi o que me motivou a ler avidamente. Os encontros e desencontros (mais desencontros do que tudo) foram interessantes até certo ponto, mas cansaram quando cheguei na metade do livro. Já estava farta das peças que o destino pregava para os dois. O que era pra ser interessante, acabou tornando a trama monótona e sem muita ação.
Se a vida de Tess já era entediante, imagine a de George.
O romance entre eles demorou muito pra acontecer, e quando aconteceu não foi daqueles de fazer arrepiar até o último fio de cabelo.
Se por um lado o romance não me empolgou, gostei muito da reflexão em torno das escolhas que precisamos fazer em relação a carreira e a vida amorosa. Quantas pessoas acabam se resignando em um emprego meia-boca e não se arriscam a tentar algo novo e diferente em suas vidas? Isso também vale pro relacionamento. Às vezes nos prendemos a uma certa pessoa que não nos impulsiona a crescer, e permanecemos juntos apenas pela comodidade.
As lições que George e Tess aprenderam, e o crescimento deles foi notável. O desfecho me deixou com um sorriso bobo no rosto.

A edição da Editora Única está perfeita. Eu prefiro bem mais essa capa do que a original. Apesar de simples, ela combina perfeitamente com a história. Não encontrei nenhum erro de revisão.
Uma vez na vida vai além do romance, e analisa as consequências resultantes das nossas escolhas, sejam elas más ou boas.

12 comentários:

  1. Ahhh, acho tão chato que um livro que tenha muito para ser bom termine desse jeito :( Principalmente porque o tem me chamou a atenção.
    Acho que eu também me irritaria com taaaantos desencontros.
    Beijos,K.
    Girl Spoiled
    http://girlspoiled.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiii amigaa
    Também sou do teu tipo.. existe uma metade da laranja em algum lugar..hahaha
    Não conhecia o livro, e detesto livros que demorem a engrenar, se tornam cansativos de ler, mas gostei da historia...Sua resenha está belíssima, fiquei com vontade ler...

    Beijoss

    TeLa
    http://www.penseiraliteraria.com.br/

    ResponderExcluir
  3. O que me chamou a atenção nesse livro foi a capa. É uma pena que o livro não seja tão bom. Mesmo assim vou querer ler, mas já vou sem expectativas nenhuma para não me decepcionar. Ainda mais eu que sou uma romântica. Então Ian é sua alma gêmea? hehehehe

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi, Jacqueline!

    Quando vi o título do livro e a capa, achei que seria muito bom. Creio que sua resenha me fez mudar de ideia.

    Não sou muito fã de melação e nem acredito em almas gêmeas (mas só pra constar, o Ian já é meu), então não acho que esse livro seria o mais apropriado para eu ler.

    Junte isso ao fato de a história ser "arrastada" que a minha vontade de ler vai embora completamente.

    Abraços,

    Mariana Machado
    http://lentesdeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Jacque.

    Eu não conhecia esse livro. Que bom que apesar da frustração com tantos desencontros você conseguiu absorver algo da leitura. Acho bem válida essa reflexão. Comodismo é algo preocupante e triste. Simplesmente aceitar que os dias passem, parar de tentar realizar coisas que almejamos... Sempre bom pensar no assunto e procurar evitar que isso seja algo presente em nossas vidas.

    Beijos.
    Amanda,
    Lendo & Comentando
    :)

    ResponderExcluir
  6. Oii!!!
    Esse livro será uma das minhas próximas leituras! Espero gostar da história!
    Beijos

    Elidiane
    Leitura Entre Amigas

    ResponderExcluir
  7. Estou querendo ler esse livro sim,
    mas há tantos da editora que me chama atenção que não sei bem se o lerei por agora.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu estava bem animada pra comprar e ler, mas sua resenha me deixou meio confusa. Mas quem sabe, já que o final te deixou com sorrisão, de repente arrisco e compro.
    Beijos
    Viviane
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  9. Hey, eu estava super empolgado quanto a esse livro, kk, e agora fiquei co~m um pé atrás. Um dos meus medos é me decepcionar com leituras que tem tudo para dar certo - ainda mais quando a editora fez um marketing atrativo para os blogueiros. ENfim, vou esperar um tempo para solicitar esse - em vez dele, fiquei com "O Teste" :3.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Eu aqui de novo! =)

    Eu já não curto esse tipo de leitura. Se você não gostou tanto, então nem tenho intenção de conferir rs
    realmente, nada pior do que um livro que fica aquém das nossas expectativas =\

    http://inspirados-oandarilhodotempo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá Jacqueline,

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui, achei bem interessante e sua resenha me deixou bem curioso, gosto de coisa ligadas ao estilo vintage....dica anotada....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar.Será muito bom saber o que você pensa...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...